Bem armados, fugiram da batalha

Salmos 78.9-11: Lições de sobra do povo de Efraim.

Como é ter todas as armas de guerra, com vantagem superior, e ainda perder a batalha? Aconteceu com o povo da tribo de Efraim:

Os homens de Efraim, flecheiros armados,
viraram as costas no dia da batalha;
não guardaram a aliança de Deus
e se recusaram a viver de acordo com a sua lei.
Esqueceram o que ele tinha feito,
as maravilhas que lhes havia mostrado.
Salmo 78.9-11 NVI

A NBV traduz assim: “embora estivessem bem armados, bateram em retirada no dia da batalha”.

Efraim representa Israel, provavelmente, o reino do norte. Saul era da tribo de Efraim. Talvez o escritor não pense em alguma batalha específica, mas sim a atitude de boa parte da nação ao rejeitar a aliança de Deus. Alguns pensam que o verso se refere à perda da arca da aliança.

Deus ricamente supriu Efraim, mas o povo deixou de vencer. Seus homens eram “bem armados”. Deus fez tudo por eles. Mas “esqueceram os grandes feitos de Deus” verso 11 (NBV).

Destes versos aprendemos que:

  1. Deus provê tudo o que precisamos para a vida piedosa—estamos bem armados para a batalha espiritual.
  2. Deus nos chama a usar seus recursos para a vitória da vida santa e da sua missão.
  3. Deus quer que lembremos o que ele já fez por nós—a memória significa atitude correta perante ele.
  4. Deus espera de nós a obediência aos mandamentos da aliança.
  5. Deus quer que aprendamos a lição do passado, para evitar o fracasso dos antigos.

Deixe uma resposta