Grandes vitórias ao seu rei

Salmo 18.50: O louvor pela vitória que Deus deu a Davi serve melhor ainda para a vitória da Cruz.

Ele dá grandes vitórias ao seu rei; é bondoso com o seu ungido, com Davi e os seus descendentes para sempre. Salmo 18.50

O que Deus fez por Davi e os seus descendentes serviram como pequeno tipo da vitória completa que deu ao seu Filho Jesus, também descendente de Davi. Salmo 18 é um salmo de louvor ao Senhor “quando este o livrou das mãos de todos os seus inimigos e das mãos de Saul”. O salmo aparece também em 2 Samuel 22 e foi incluído na coleção dos Salmos.

O salmo começa com declaração de amor, a qual surge ao Davi pensar sobre o que o Senhor tinha feito na vida do rei: “Eu te amo, ó Senhor, minha força” v. 1. O salmo termina com o resumo acima, que tem visão da vitória contínua pela bondade de Deus.

Quem pode contar com tal vitória é o fiel: “Ao fiel te revelas fiel, ao irrepreensível te revelas irrepreensível, ao puro te revelas puro, mas com o perverso reages à altura” v. 25-26. A fidelidade traz a confiança da vitória, v. 28-29.

Ao homem mais fiel de todos, o Senhor Jesus Cristo, este salmo se aplica bem, pois não houve vitória maior do que a dele. Isso porque a sua vitória é oferecida a todas as pessoas, para que sejamos “mais que vencedores” Romanos 8.37. É a vitória que vence o mundo inteiro, 1 João 5.4. A própria morte é destruída pela sua vitória, 1 Coríntios 15.54. Por tal vitória o nome de Jesus deve ser louvado “entre as nações” v. 49.

Deus soberano e onipotente, dá-nos a vitória junto com seu Filho Jesus Cristo. Que o Senhor seja louvado em todas as nações.

Deixe uma resposta