Gritavam mais alto

“Por quê? Que crime ele cometeu?”, perguntou Pilatos. Mas eles gritavam ainda mais: “Crucifica-o!”
Mateus 27.23

Quando a emoção grita mais alto que a razão, as coisas vão andar mal.

Embora Pilatos se interessasse apenas na auto-preservação, ele tentou o diálogo com os judeus. Manipulada pelos lí­deres religiosos, a multidão Não queria conversar, apenas ação. Não importava que a crucificação que pedia condenaria um homem inocente.

Era plano de Deus que Jesus fosse crucificado, mas a grande injustiça cometida deixou todos responsáveis pelas atitudes demonstradas no dia.

Pois a paixão forte os dominou.

Qual emoção você sente hoje que está vencendo a razão?

3 pensamentos em “Gritavam mais alto”

  1. Estou de casamento marcado para 16 de dezembro desse ano, meu noivo está desempregado, tinha um execelente salário na marinha do Brasil, e de repente ele saiu devido uma lei q inventaram.
    Buffet, fotografo, iluminação, decoração, vestido, enfim, todas as coisas que envolvem o bom andamento de um casamento já estão pagas e agrandadas, mas ontem ele me disse que se Não estiver trabalhando até dezembro, teremos q adiar, eu Não aceitei.
    Ele diz que é o mais sensato, formar uma familia sem uma estabilidade financeira Não dá.
    Mas minha emoçao diz q devo casar assim mesmo, pois eu trabalho,Não ganho muito, mas dá pra ir se virando até ele conseguir um emprego.
    Ficarei muito feliz se você puder me aconselhar.
    E desculpe o desabafo.

  2. Ríºbia, imagino que sua decepção seja grande, depois de tão grande expectativa e os muitos preparativos. Entendo também que está querendo que seu amor seja completado na cerimí´nia das níºpcias. Pode até ser que sua perspectiva seja a melhor; certamente Não sou juiz para, de longe, dar um parecer que nem a mim pertence. Mas mesmo que seja a melhor, é preciso lembrar, mesmo antes de assumir o compromisso do matrimí´nio, de respeitar seu noivo já como se fosse seu marido. Deve haver bastante conversa sobre uma decisão de adiar ou Não, mas no final das contas, se ele resolver tomar uma decisão, cabe a você se contentar com o que ele decide. Pois se você Não aceita sua autoridade agora nessa decisão, como vai se submeter í  liderança dele como seu marido depois de casados? Como o responsável principal pelo sustento da casa, ele está visando o bem-estar de vocês dois. Seja grata, portanto, com essa preocupação da parte dele, o que parece sinal de que esteja assumindo, como deve, esse dever que, da parte de Deus, foi lhe dado.

    Espero que essas poucas palavras lhe ajudem e, se puder ajudar de alguma forma, Não hesite em escrever pesspalmente aqui:
    http://alcanceweb.com/MandarEmail/

Deixe uma resposta