A igreja que pertence a Jesus

A palavra de Jesus sobre sua edificação da igreja revela várias características.

E eu lhe digo que você é Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do Hades não poderão vencê-la.
Mateus 16.18

Pedro confessou Jesus como o Cristo, o Filho do Deus vivo. Jesus o elogia por reconhecer a revelação dada pelo Pai celestial. Em seguida, ele promete edificar a sua igreja. O contexto mostra várias características sobre a igreja.

Igreja da verdade: sobre esta pedra. Jesus promete edificar sua igreja somente depois da confissão da sua identidade. Esta veio por meio de revelação divina. A igreja se baseia na verdade de Deus, não em conceito humano.

Igreja do plano divino: edificarei. Fez parte do propósito de Deus estabelecê-la. Não aconteceu por acaso ou como medida provisória. A igreja é peça-chave da obra de Deus.

Igreja de Cristo: minha igreja. Jesus é o cabeça da igreja. Ele tem sobre ela toda autoridade. Ninguém compartilha sua autoridade nem pode ser chamado de chefe.

Igreja da unidade: igreja. Não são muitas igrejas, mas uma só. A igreja não é denominação (=divisão), nem é ela composta pela totalidade das divisões religiosas. Por isso, ela não tem, e nem precisa de nome, pois é única.

Igreja de poder: não poderão vencê-la. As forças do mal não prevalecem contra ela. Mesmo nos sofrimentos mais intensos pela Boa Nova, ela é vencedora.

Saiamos dos grupos humanos. Deus quer nos acrescentar à igreja do Senhor Jesus, Atos 2.47. Não podemos estar em dois lugares ao mesmo tempo.

Senhor, que a igreja seja cada vez importante para mim.

Deixe uma resposta