Mel da rocha (Sl 81.16)

Mas eu sustentaria Israel com o melhor trigo, e com o mel da rocha eu o satisfaria.
Salmo 81.16

Em Canaã as abelhas, muitas vezes, faziam seus favos entre as rochas. Designa o melhor que Deus podia dar ao povo.

O retrato do verso é o cumprimento da promessa de Deus feita em Deuteronômio 7.12-13, cumprimento este baseado na obediência do povo (v. 13).

Assim, Deus daria o melhor para seu povo.

Em Cristo, esta promessa encontra a realidade.

Deus não abençoa com coisas de segunda mão, mas da melhor qualidade.

O que ele dá satisfaz.

E nos leva a perguntar: damos o melhor para Deus, de maneira que ele fica satisfeito com nossa dedicação a ele?

2 pensamentos em “Mel da rocha (Sl 81.16)”

  1. Realmente em Cristo esta promessa encontra realidade. Podemos entender também que Jesus é a Rocha , é o Verbo a Palavra. O evangelho saiu como mel da boca da Rocha que é Cristo. O Evangelho é o mel que brota da Rocha. Jesus também foi o melhor trigo. Em forma humanas ninguem foi como ele e este trigo , filho do homem, foi moido para que n´s pudessemos comer do pão da Vida amassado e assado, sem fermento no forno da aflição, o túmulo, mas que Depois de pronto ressuscitou e hoje alimenta tantos quantos com fome e sede recorrem a ele.

Deixe uma resposta