Meu Deus

Ele é mais presente do que qualquer presença física.

Meu Deus. Pagãos usam em vão as palavras. Cristãos encontram nestas duas palavras sua maior alegria. Nenhum pensamento maior que este tem sido considerado, que Deus é meu, e eu sou dele.

É grande o meu prazer no Senhor!
Regozija-se a minha alma em meu Deus!
Isaías 61.10 NVI

Todas as outras alegrias nada são além de satélites pálidos deste grande sol da verdade. Com Deus como companheiro, nenhum mal pode me roubar desta alegria.

Quaisquer que sejam as perdas desta vida que eu tenha de sofrer, os vales escuros que deva percorrer, os espinhos perfurantes nos meus pés, as pedras que me machuquem as costas, Deus é meu.

Dizer que Deus é meu não significa que ele fosse diminuído, como se eu pudesse, ao possuí-lo, controlá-lo ou direcioná-lo. Significa que fui exaltado. Enobrecido. Santificado. Celestializado.

Deus é meu, para sempre. Ninguém pode tirá-lo de mim.

Nosso Pai que está nos céus, da sua glória mais altiva, desceu até mim, fez-se presente—mais presente, mais engajador, mais afiador do que qualquer presença física. Mesmo que minha vida fosse desprovida de tudo, alegrar-me-ei no Senhor, pois a alegria no Senhor é maior do que todas as outras combinadas. Amém.

Segure este pensamento: Possuindo a Deus, possuo tudo o que importa.

[subscribe2]

Deixe uma resposta