Eu não sou nada

Gálatas 6.3: Sem Cristo não somos nada.

O auto-conceito tende a extremos, desde verme a deus. O maior problema é pensar que é alguma coisa, que torna a pessoa inútil como servo.

Se alguém se considera alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo.
Gálatas 6.3 NVI

Quem se consider alguma coisa não corrigirá os fracos, verso 1, e não levará os fardos pesados dos outros, verso 2. A auto-importância, mesmo que tente, não fará bom trabalho nestas coisas, pois sua arrogância cancelará qualquer bem que faria.

Sem Cristo não somos nada. Sem ele nada conseguimos fazer. Os gálatas estavam seguindo uma outra doutrina, a da circuncisão, isto é, da auto-salvação, e tal doutrina tem seus efeitos destrutivos nos relacionamentos entre irmãos.

Somente aquele que sabe que não é nada, espiritualmente, tem condições de corrigir ao irmão e apoiá-lo nas dificuldades.

1 pensamento em “Eu não sou nada”

Deixe uma resposta