O nascimento de Jesus comprovou sua divindade

Lucas 1.35: Jesus é Deus e merece nossa obediência.

O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo a cobrirá com a sua sombra. Assim, aquele que há de nascer será chamado Santo, Filho de Deus.
Lucas 1.35

O nascimento de Jesus, por meio do Espírito Santo, e não pelo desejo humano, provou que ele era divino. O “Filho do Altíssimo” altíssimo é.

A explicação do anjo não nos desvenda o processo físico, como nenhum milagre é passível de compreensão pela mente humana. Sua explicação aponta a causa e o resultado. A causa, a ação do Espírito sobre Maria; o resultado, um filho com identidade divina.

Jesus não pôde ser Mestre sem ser divino. Nenhum ser humano é superior a outro. Mas sendo divino, Jesus era o homem perfeito e o sacrifício supremo. Jesus é Filho de Deus e Rei eterno.

Lemos no capítulo anterior, em João 18.36-37, que Jesus falou do reino dele: “Meu reino não é deste mundo”. O anjo afirmou que o reino pertenceria a Jesus: “ele reinará para sempre sobre o povo de Jacó; seu Reino jamais terá fim” 35.

Maria demostrou perfeita submissão neste momento, colocando sua vida nas mãos do Senhor: “Sou serva do Senhor; que aconteça comigo conforme a tua palavra” 38. Neste aspecto, ela é digna de imitação, como são dignos muitos dos seguidores de Cristo pelo seu bom exemplo.

Jesus é Deus. E como homem e Filho de Deus, ele mantinha perfeita comunhão com seu Pai. Ele é nosso exemplo maior.

3 pensamentos em “O nascimento de Jesus comprovou sua divindade”

    1. Obrigado, Jr. Faz parte do trabalho “Conheça a Deus”, que espero um dia colocar em forma de livro. Fizemos três edições de livreto para irmãos, agora este será mais completo, direcionado aos de fora. Mais um projeto!

Deixe uma resposta