Nenhuma origem humana

Se não veio do homem o evangelho, não dá para mexer.

Ontem, seguindo nosso plano anual, lemos Mateus 28. Os fatos da ressurreição foram relatados claramente. Temos enfatizado frequentemente que o evangelho contém fatos para serem cridos, promessas para serem recebidas e mandamentos para serem obedecidos. E isso é correto. Estes fatos têm entre si uma relação, compondo a história da salvação, o plano divino da redenção. Então, quando alguém modifica ou desafia os fatos, não podemos ignorá-lo. Por isso é que Paulo começa sua carta aos Gálatas com uma condenação dupla.

Meus irmãos, eu afirmo a vocês que o evangelho que eu anuncio não é uma invenção humana.
Gálatas 1.11 NTLH

Se o evangelho fosse mito ou lenda, não haveria motivo para se perturbar perante uma modificação. Mas somente o evangelho é verdadeira. O que ele afirma ocorrer realmente aconteceu.

Então, temos de ficar com os fatos, contar corretamente a história, ensinar e observar todos os mandamentos de Cristo (como lemos em Mateus 28.20), e apegar-nos às promessas preciosas da vida eterna e da alegria perene.

Deus verdadeiro e abençoado, que a história de Jesus nos seja cada vez mais preciosa, e os detalhes do seu tempo entre nós sempre nos nossos lábios e dominando o nosso coração.

Segure este pensamento: O evangelho não veio do homem, e não será ele quem concederá o prêmio.

Deixe uma resposta