O que farão no fim?

Jeremias 5.31: Deus discute gosto.

“Gosto não se discute”, diz o ditado. E tem razão, exceto quando se fala em termos da vontade de Deus e das preferências humanas:

Os profetas profetizam mentiras, os sacerdotes governam por sua própria autoridade, e o meu povo gosta dessas coisas. Mas o que vocês farão quando tudo isso chegar ao fim?
Jeremias 5.31 NVI

Jeremias pergunta o que o povo fará quando chegar o juízo de Deus sobre eles. Uma versão entende a pergunta dessa forma: “Mas eles não poderão ajudá-los quando vier o tempo do juízo!” (minha tradução da NET).

A grande aplicação disso é que, no final, o povo fica responsável por seguir as mentiras e submeter-se à autoridade religiosa dos homens. Porque o povo queria isso mesmo. Para cada criador de ídolo, para cada autoridade humana, há um povo que clama: “Faça para nós deuses que nos conduzam” Êxodo 32.1.

Assim é hoje também. Ninguém pode dizer a Deus no dia final que tinha sido enganado ou que estava apenas seguindo as ordens de religiosos. Todos somos responsáveis pelo que fazemos. Aqueles que nos orientam hoje não poderão nos defender no juízo. Teremos de prestar contas, cada um, pelo que fazemos nesta vida, Romanos 14.12; Hebreus 4.13; Apocalipse 20.13.

Do que eu realmente gosta, então?

Deixe uma resposta