A última, e melhor, novidade

Romanos 6.4: Sabe qual é a última novidade?

Já reparou como as novidades não continuam novas? Sempre aparece uma nova e “última novidade” que torna a penúltima velha e desinteressante. Existe, porém, uma última novidade que não fica velha nunca.

Portanto, fomos sepultados com ele na morte pelo batismo, para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.
Romanos 6.4 A21

Note estes pontos sobre esta novidade de vida.

  1. A expressão foi uma maneira judaica de dizer “nova vida”. Com pouco tempo, muita gente fica insatisfeita com a vida que tem e quer trocar sua vida velha por uma nova. Pois é, a nova vida está “em Cristo” e somente nele, 2 Coríntios 5.17. Temos de perguntar e descobrir como entrar nele.
  2. A resposta está neste verso, acima: entramos em novidade de vida pela imersão na água. Precisamos entender esta ligação entre as duas coisas. O batismo traz essa novidade de vida porque nele Deus tira todo o nosso pecado, mediante o sangue de Jesus. (Ver mais sobre este ponto aqui.)
  3. A novidade de vida é algo em que precisamos andar. O andar é a nossa maneira de nos conduzir, todo o nosso comportamento e pensamento. Que adianta continuar vivendo a velha vida quando temos a nova? É como viver como pobre, sem comida e sem roupa, depois de alguém nos dar uma fortuna.

O que isso significa para nós? Primeiro, se ainda não tenho esta novidade de vida, preciso arrumar já já. (Ver o link no no. 2.)

Segundo, se já tenho, preciso me deitar e rolar nela. Quer dizer, devo viver esta vida conforme a vida de Cristo.

Terceiro, tendo essa novidade de vida já, quero compartilhá-la com todos, pois sei que a vida velha termina em morte, e não quero isso para ninguém. Cada vez que alguém é imerso em Cristo, temos, novamente, a última novidade.

Qual é a última novidade para você?

Deixe uma resposta