O que pregar? Lucas resume

Lucas 24.46-47: Não é preciso inventar, só reportar a interpretação de Jesus.

E lhes disse: “Está escrito que o Cristo haveria de sofrer e ressuscitar dos mortos no terceiro dia, e que em seu nome seria pregado o arrependimento para perdão de pecados a todas as nações, começando por Jerusalém. Lucas 24.46-47

Jesus explicou, antes e depois da sua morte e ressurreição, o significado do seu sacrifício. Os quatro evangelhos registram a Grande Comissão. Lucas cita as palavras de Jesus sobre o conteúdo da mensagem da Boa Nova.

E disse-lhes. “Cristo não é apenas o cumprimento do Antigo Testamento, mas também seu intérprete. Mais importante ainda, sua interpretação tem de ser anunciada ao mundo” (IOVC).

Está escrito. Jesus citou a Bíblia. Toda pregação se baseia nas Escrituras. Hoje, temos a palavra de Jesus no Novo Testamento. Nossa ênfase está neste, ao invés do Antigo.

O Cristo haveria de sofrer. Foi profetizado o seu sofrimento e ele cumpriu todas as profecias. Assim, temos a palavra mais firme ainda, 2 Pedro 1.19.

Em seu nome. O evangelho é pregado porque o Senhor Jesus nos envia. Anunciamos a Boa Nova como se estivéssemos no lugar dele.

Pregado o arrependimento para perdão dos pecados. Central à mensagem é a resposta necessária para receber os benefícios da morte do Senhor. Lucas resume a resposta como arrependimento, decisão de mudar de lealdade.

A todas as nações. Todas as pessoas devem receber a oportunidade de ser salvas. Esta é a missão dos cristãos.

Pai, que grande responsabilidade! Ajude-nos a cumpri-la.

Deixe uma resposta