Quando o ódio é bom

Provérbios 8.13: Se não odiar o mal, não poderá temer a Deus.

O ódio é bom quando se torna uma expressão do temor a Deus:

Temer o Senhor é odiar o mal;
odeio o orgulho e a arrogância,
o mau comportamento
    e o falar perverso.
Provérbios 8.13 NVI

Se não odiar o mal, não poderá temer a Deus. Ele é santo e não aceita o mal na sua presença.

O mal faz mal a todos, separando de Deus. Quem não preza a presença de Deus não sentirá tal ódio do mal.

O termo odiar expressa “a intensidade do ódio do homem” (DITAT). Não se pode ser morno em relação ao mal.

“Neste sentido, nós assumimos o próprio caráter de Deus ao detestar o que é mal aos seus olhos (Prov 6.16-19)” (TLSB).

Somente quem teme a Deus sabe o que é o mal. O homem sobressai na redefinição do mal, Isa 5.20. Mas os santos o conhecem, sabem muito bem o estrago que faz e rejeita a prática do mal na sua própria vida.

 

Deixe uma resposta