Para ver a glória do Pai

Romanos 6.4: Na vida obediente a glória de Deus aparece.

Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova.
Romanos 6.4

A glória de Deus se manifesta quando obedecemos à sua vontade. Há uma ligação entre a obediência ao mandamento de Deus e a manifestação da sua glória. Continue lendo “Para ver a glória do Pai”

Adoração exclusiva: o exemplo de Jesus

Mateus 4.10: Na tentação de Jesus, aprendemos que a adoração a Deus é exclusiva.

Jesus lhe disse: “Retire-se, Satanás! Pois está escrito: ‘Adore o Senhor, o seu Deus, e só a ele preste culto’”. Mateus 4.10

Os israelitas misturaram elementos do culto pagão na sua adoração ao Senhor. O rei Acaz, por exemplo, construiu um altar segundo o modelo de um altar que tinha visto em Damasco e encostou o altar que Deus tinha mandado fazer, 2 Reis 16.10-14. Sempre que o homem importa a adoração conforme os seus padrões, ele coloca em segundo plano o modelo divino. Continue lendo “Adoração exclusiva: o exemplo de Jesus”

Crie a oportunidade da fé

Lucas 19.5: Jesus não era passivo e nem o é seu povo.

Quando Jesus chegou àquele lugar, olhou para cima e lhe disse: “Zaqueu, desça depressa. Quero ficar em sua casa hoje”.
Lucas 19.5

Dizem que a oportunidade bate na porta apenas uma vez. A frase quer dizer que temos que reconhecer a oportunidade quando aparece e aproveitar o momento, pois não teremos outra chance. Continue lendo “Crie a oportunidade da fé”

A imitação de Cristo

1 Pedro 2.21: Fomos chamados para seguir nos passos de Jesus.

Para isso vocês foram chamados, pois também Cristo sofreu no lugar de vocês, deixando-lhes exemplo, para que sigam os seus passos. 1 Pedro 2.21

Seguir os passos de Jesus significa imitá-lo. Jesus não tinha nenhum pecado na sua vida, mas nossa imitação não implica em estar sem pecado. Significa imitar as suas atitudes. Continue lendo “A imitação de Cristo”

Por causa do Nome

Eles falaram à igreja a respeito deste seu amor. Você fará bem se os encaminhar em sua viagem de modo agradável a Deus, pois foi por causa do Nome que eles saíram, sem receber ajuda alguma dos gentios. 3 João 7

Anos atrás, uma irmã viúva me perguntou se era lícito enviar sua oferta a um missionário diretamente, ao invés de colocá-la na coleta da igreja. Pois a congregação não ajudava nenhum trabalho da pregação do evangelho. Na época, achei melhor colocar a oferta na coleta da igreja. Hoje, penso que existe um mandamento maior. Continue lendo “Por causa do Nome”

Entre os candelabros

Apocalipse 1.12-13: Jesus está presente entre os obedientes.

Voltei-me para ver quem falava comigo. Voltando-me, vi sete candelabros de ouro e entre os candelabros alguém “semelhante a um filho de homem” , com uma veste que chegava aos seus pés e um cinturão de ouro ao redor do peito. Apocalipse 1.12-13

Na primeira visão que João tem no livro de Apocalipse, ele vê o Jesus glorificado. Este fala ao apóstolo “com voz forte, como de trombeta” v. 10. E falou por trás de João, não na sua frente. João tinha que se virar para ver o Senhor, talvez indicando que a pessoa do Senhor Jesus em nosso meio necessita da nossa parte uma decisão, uma virada, para vê-lo e ouvi-lo. Continue lendo “Entre os candelabros”

‘Entregues por meu Pai’

Mateus 11.27: Somente Jesus conhece, e pode.

Todas as coisas me foram entregues por meu Pai. Ninguém conhece o Filho a não ser o Pai, e ninguém conhece o Pai a não ser o Filho e aqueles a quem o Filho o quiser revelar. Mateus 11.27

Jesus disse possuir todo o conhecimento divino para cumprir a sua missão e revelar o Pai aos pequeninos que ouvem humildemente a Palavra. O conhecimento recíproco entre o Pai e o Filho demonstra um relacionamento especial. Se alguém quer chegar até Deus, tem que passar, necessariamente, por Jesus. Continue lendo “‘Entregues por meu Pai’”

Fuja para o Egito

Mateus 2.13: Deus frustra os planos malignos contra sua vontade.

Depois que [os magos] partiram, um anjo do Senhor apareceu a José em sonho e lhe disse: “Levante-se, tome o menino e sua mãe, e fuja para o Egito. Fique lá até que eu lhe diga, pois Herodes vai procurar o menino para matá-lo”. Mateus 2.13

O Senhor Deus cuida dos seus. Quando os magos chegaram do Oriente a Jerusalém perguntando sobre o recém-nascido rei dos judeus, a cidade ficou alvoroçada. O rei Herodes ficou perturbado. Planejou matar a criança para preservar seu posto. Pediu que os magos encontrassem o menino e voltassem para lhe informar. Disse que queria adorá-lo também, mas na verdade queria matá-lo. Continue lendo “Fuja para o Egito”

Digno de discussão

Atos 17.2-3: A Bíblia define o que significa discutir sobre Jesus: com base nas Escrituras.

Segundo o seu costume, Paulo foi à sinagoga e por três sábados discutiu com eles com base nas Escrituras, explicando e provando que o Cristo deveria sofrer e ressuscitar dentre os mortos. E dizia: “Este Jesus que lhes proclamo é o Cristo”. Atos 17.2-3

Na nossa sociedade, ninguém quer “discutir religião”. Se isso significa debater opiniões, é saudável. Mas se essa aversão indica falta de interesse em coisas espirituais, ai de nós! Continue lendo “Digno de discussão”

Acabe com seu egoísmo

2 Coríntios 5.15: A vida altruísta é a vitoriosa.

E ele morreu por todos para que aqueles que vivem já não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. 2 Coríntios 5.15

Cada pessoa que tem o mínimo de autoconhecimento sabe que é, no fundo, um egoísta. Pensa primeiro em si mesmo. Faz as coisas para proveito próprio. Continue lendo “Acabe com seu egoísmo”