Sua glória em chamas

A glória do homem será logo destruída.

Por isso o Soberano,
o Senhor dos Exércitos,
enviará uma enfermidade devastadora
sobre os seus fortes guerreiros;
no lugar da sua glória
se acenderá um fogo
como chama abrasadora.
Isaías 10.16

O profeta Isaías revelou o juízo contra a Assíria. O poder do homem seria destruído. Numa única noite, Deus decimou o exército assírio, Isaías 37.36. Continue lendo “Sua glória em chamas”

Se surpreendido

Um meio para ajudar uns aos outros na santidade.

Irmãos, se alguém for surpreendido em algum pecado, vocês, que são espirituais, deverão restaurá-lo com mansidão. Cuide-se, porém, cada um para que também não seja tentado. Gálatas 6.1

Embora na carta aos gálatas Paulo trate do problema doutrinário de cair da graça pela adoção da lei judaica, aqui é geral a referência a “algum pecado”. Ninguém é imune. Todo tipo de pecado pode tomar conta de um irmão. Continue lendo “Se surpreendido”

Purifica-se a si mesmo

Esta ação familiar não tem exceção.

Todo aquele que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, assim como ele é puro. 1 João 3.3

Jesus o alvo. A esperança é ser semelhante a Jesus, pois o veremos como ele é, v. 2. Não temos noção exata como seremos, mas saber que seremos como ele é mais que suficiente. Uma versão bíblica transmite a ideia de que nossa esperança está focada em Jesus. Ela se concentra nele. Fora de Cristo, não temos esperança nenhuma. Continue lendo “Purifica-se a si mesmo”

O prazer do Pai: dar o Reino

Jesus usa uma frase surpreendente.

Não tenham medo, pequeno rebanho, pois foi do agrado do Pai dar-lhes o Reino. Lucas 12.32

Um dos verbos mais comuns que tem Deus como sujeito é o verbo dar. E não há dádiva maior que o Pai pode dar do que o seu Reino. Falar em termos de Deus dar o Reino nos surpreende. É o privilegio de ser o povo de Deus. Representa aqui a autoridade e proteção do Pai ao seu povo que promove sua causa na terra. A frase nos lembra de Romanos 8.32: se Deus não poupou o próprio Filho, ele também nos dará todas as coisas necessárias. Continue lendo “O prazer do Pai: dar o Reino”

Creram e foram batizados

Filipe pregou a verdade e esta teve aceitação.

No entanto, quando Filipe lhes pregou as boas novas do Reino de Deus e do nome de Jesus Cristo, creram nele, e foram batizados, tanto homens como mulheres. Atos 8.12

Na cidade de Samaria, um mago, Simão, impressionava o povo com sua feitiçaria. Mas a pregação do evangelho impressionava mais, tanto que o próprio Simão se converteu. A pregação de Filipe revela muito sobre a Boa Nova. Continue lendo “Creram e foram batizados”

A igreja que pertence a Jesus

A palavra de Jesus sobre sua edificação da igreja revela várias características.

E eu lhe digo que você é Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do Hades não poderão vencê-la.
Mateus 16.18

Pedro confessou Jesus como o Cristo, o Filho do Deus vivo. Jesus o elogia por reconhecer a revelação dada pelo Pai celestial. Em seguida, ele promete edificar a sua igreja. O contexto mostra várias características sobre a igreja. Continue lendo “A igreja que pertence a Jesus”

A obra contínua de Cristo

A obra de Jesus não parou depois da sua morte.

Portanto, ele é capaz de salvar definitivamente aqueles que, por meio dele, aproximam-se de Deus, pois vive sempre para interceder por eles. Hebreus 7.25

A morte de Jesus na cruz foi suficiente, sem necessidade de nenhum outro ato para redimir o homem. Seu sacrifício foi único, servindo uma vez por todas. Mas isso não significa que Cristo deixou de atuar no plano de Deus, depois de subir aos céus e assentar-se à direita de Deus. Ele continua trabalhando como Senhor glorioso. Continue lendo “A obra contínua de Cristo”

Estarei sempre com vocês

Jesus promete estar presente para a realização da obra.

E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos.
Mateus 28.20b

Jesus estava prestes a subir aos céus quando deu aos discípulos a Grande Comissão. Não o viriam mais na carne. Ele não andaria mais fisicamente no seu meio. Mas ele não seria ausente. Por meio do Espírito Santo por ele enviado, ele continuaria presente com os seguidores. Continue lendo “Estarei sempre com vocês”

Como fazer discípulos

Jesus revela dois passos no processo de fazer discípulos.

Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. Mateus 28.19-20a

A missão dos cristãos é fazer discípulos de Jesus. O campo é o mundo. Devem ir a todas as nações. Nenhuma deve ser deixado fora. Jesus envia seus seguidores para fazer mais seguidores e para fazer muitos deles. Continue lendo “Como fazer discípulos”

Toda a autoridade

Jesus continua até hoje com toda a autoridade.

Então, Jesus aproximou-se deles e disse: “Foi-me dada toda a autoridade nos céus e na terra”. Mateus 28.18

Todo mandamento que Jesus deu, ou pessoalmente ou por meio dos seus apóstolos, é obrigatório porque a ele foi dada da parte do Pai toda a autoridade. Ele ainda detém toda a autoridade. Ele não a delegou a ninguém. Da mesma forma como ele falava somente o que recebeu do Pai, os apóstolos falaram apenas o que ouviram de Jesus. Continue lendo “Toda a autoridade”