‘Peço a Deus’

Este é o conteúdo da oração de Paulo, e de todo cristão.

Talvez fosse uma daquelas orações-relâmpago, feita rapidinho. Ou talvez ele estivesse compartilhando, numa última tentativa de motivar à obediência, o que já tinha orado. De qualquer maneira, o conteúdo da oração ficou claro:

Paulo respondeu: “Em pouco ou em muito, peço a Deus que não apenas tu, mas todos os que hoje me ouvem se tornem como eu, menos estas algemas”.
Atos 26.29 NVI

Paulo se dirigiu ao rei Agripa, para quem o encontro tinha sido marcado, mas ele estava ciente de estar falando também a uma grande assembleia que vinha ouvi-lo. Embora ele devesse se defender contra acusações da parte dos judeus, acabou pregando Cristo. Sua mensagem chegou perto do alvo, evidentemente, tanto que Agripa sentia a necessidade de se esquivar da pregação de Paulo pela sua pergunta sobre a conversão em pouco tempo.

Paulo revela o quanto deseja a conversão de Agripa e de todos os ouvintes pelo conteúdo da sua oração. Agripa rejeita a mensagem, mas é possível que mais alguém acredite no evangelho. Assim, sua oração será respondida.

Este é o conteúdo da oração do apóstolo, a salvação de todos.

Também é o conteúdo da oração de todo cristão.

Pai, que nossos ouvintes se tornem como nós, seus filhos, salvos das tentações de Satanás, seguros na salvação de Jesus.

Segure este pensamento: A oração é uma prioridade na pregação do evangelho, e necessária ao seu sucesso.

Deixe uma resposta