Pensemos da mesma forma

Filipenses 2.2: A unidade é preservada por pensar a mesma coisa.

Na vida temos muitos motivos de alegria. O que nos traz a alegria maior é o que Deus deseja ver em nós.

completem a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só atitude.
Filipenses 2.2 NVI

O apelo de Paulo para os filipenses completar a alegria dele não demonstra um egoísmo por parte dele. Nem ele está pedindo uma atitude deles para agradá-lo. Talvez assim ele esteja ajudando-os a olhar além das coisas que eles mesmos querem para sua própria satisfação ao mencionar a alegria dele. E uma vez que veem a alegria de Paulo, vão enxergar o que agrada a Deus, pois o apóstolo reflete a vontade divina.

A alegria será completa ao ver a unidade dos filipenses. Havia uma situação de conflito na congregação, 4.2-3. Não se sabe se esta situação tinha potencial de se alastrar e afetar a todos ou se havia algum espírito partidário da parte de alguns. De alguma maneira, parece que existiam algumas diferenças entre os filipenses que ameaçavam a unidade.

Paulo usa quatro frases para descrever a natureza desta unidade, depois das quatro frases enumerando as motivações para tal. Assim, ele indica a intimidade dessa unidade, bem como a unidade entre Jesus e o Pai, João 17.11, 22. A primeira frase e a última usam o mesmo verbo (phroneo=pensar), geralmente traduzido por termos diferentes nas versões menos literais, pois os tradutores entendem que Paulo tem em mente facetas diferentes da unidade. Algumas versões entendem a última frase no sentido de propósito: “um único propósito” (VFL); “um só propósito” (NBV); “concordando nos mesmo propósitos” (OL).

“‘Tendo o mesmo modo de pensar’ é uma tradução fraca demais para o verbo (…) significa centrar o pensamento em algo e dirigir as ações por esta mentalidade. É uma palavra chave nesta passagem” (L.E. Keck, IOVC).

A tônica para a unidade, portanto, é o modo de pensar. Conseguiremos pensar da mesma forma baseando-nos exclusivamente na palavra de Deus, pois quando se insiste em opiniões humanas ou práticas estranhas às Escrituras, cria-se a divisão.

Deixe uma resposta