Nenhuma brecha para escapatório

Colossenses 3.13: Os contornos do perdão entre cristãos.

perdao

Tem hora em que os autores da Bíblia escrevem de tal forma a não deixar nenhuma brecha para escapatório:

Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou.
Colossenses 3.13 NVI

Como é que o Senhor nos perdoou? Com grande custo a si próprio. Por meio de um plano eterno. Dando a própria vida.

Fazemos grandes discussões sobre assuntos da Bíblia como o perdão e a oração. Será que é para evitar fazê-los?

A natureza do perdão cristão não tem como fugir: devemos perdoar como ele nos perdoou.

Se isto não nos assusta, nada o fará.

4 pensamentos em “Nenhuma brecha para escapatório”

  1. O verdadeiro perdão torna-se um ato de extrema importancia porque nós só enxergamos os nossos horizontes, o nosso chão. Cristo nos mostrou que existe algo mais elevado, mais espiritual, mais eterno do que a vida por aqui. Na vida mundana, os nossos pecados ocorrem diariamente porque pensamos nas coisas materialistas que convivemos : gerando a inveja, a obcessão por ter mais, a busca incansável pelos valores superficiais…Poucos conseguem perdoar na plenitude, os que conseguem, devem, verdadeiramente, serem muito felizes!!!

  2. Muito interessante. A Bíblia é taxativa e não há discussão em ralação a isso, não existe aquele bla bla bla é o fato verídico. O perdão é preponderante para uma vida sadia.

    1. Com certeza! Interessante seu uso do termo “taxativa”. Um irmão o usou ontem, dos meios advocatícios, sobre a questão do instrumento musical na adoração. O canto não é apenas um exemplo, mas taxativo, não tem outra alternativa.

      Obrigado pelo comentário!

Deixe uma resposta