O prazer do Pai: dar o Reino

Jesus usa uma frase surpreendente.

Não tenham medo, pequeno rebanho, pois foi do agrado do Pai dar-lhes o Reino. Lucas 12.32

Um dos verbos mais comuns que tem Deus como sujeito é o verbo dar. E não há dádiva maior que o Pai pode dar do que o seu Reino. Falar em termos de Deus dar o Reino nos surpreende. É o privilegio de ser o povo de Deus. Representa aqui a autoridade e proteção do Pai ao seu povo que promove sua causa na terra. A frase nos lembra de Romanos 8.32: se Deus não poupou o próprio Filho, ele também nos dará todas as coisas necessárias.

O reino é dado a quem o busca, v. 31. O reino é dado ao pequeno rebanho, isto é, o povo de Cristo. Esta imagem é tirada do Antigo Testamento em referência ao povo do Senhor. O rebanho depende do Pastor! Jesus tinha falado que o reino seria tirado dos judeus e dado “a um povo que dê os frutos do Reino” Mateus 21.43. Se queremos receber o reino da parte de Cristo, devemos buscá-lo e mostrar a nossa seriedade espiritual.

Dar o reino é o prazer do Pai. Ele o dá generosamente. Ele tem para com o homem planos benéficos. Deseja sempre o nosso bem. Ele não é Deus que tem prazer na morte dos desobedientes, Ezequiel 18.23, 32.

Como resultado de receber o reino, e as necessidades da vida, v. 31, é possível não ter medo e assim ser generoso com as posses materiais deste mundo, v. 33-34. Quem recebe o reino acumula tesouro no céu.

Senhor, que dádiva que recebemos no seu reino! Que vivamos de forma digna dele. Ajude-nos a dar generosamente.

Deixe uma resposta