Prefiro falar cinco palavras

Entendeu?

razão cristãDeus criou o ser humano para usar, primeiro, a sua mente. O evangelho se baseia em fatos, verdades, mandamentos e princípios que são compreendidos pela mente. A fé tem de fazer sentido. Nosso serviço, diz Paulo, é racional. A edificação espiritual ocorre por meio da razão.

Todavia, na igreja prefiro falar cinco palavras compreensíveis para instruir os outros a falar dez mil palavras em língua.
1 Coríntios 14.19 NVI

Na igreja coríntia, alguns cristãos usavam mal o dom das línguas. Este dom era a capacidade, dada por Deus, de falar um outro idioma, digamos latim ou grego, sem ter estudado, para comunicar os conceitos do evangelho. Em Corinto, porém, alguns utilizavam o dom sem necessidade, sem haver quem falava o idioma, e sem uma interpretação das palavras faladas no idioma estrangeiro. E isso a fim de aparecer e se engrandecer, ao invés de incentivar ao outro.

Nestas condições, Paulo os proibiu falar em línguas na igreja coríntia. Porque o importante é edificar espiritualmente o outro. E tal edificação se faz pela instrução, dirigindo-se com palavras compreensíveis à mente humana.

Portanto, não precisamos na igreja de grandes emoções e nem grandes figurões, mas sim de grandes verdades.

1 pensamento em “Prefiro falar cinco palavras”

  1. Realmente, a edificação acontece quando podemos entender o que nos é transmitido. Efésios 3:1-5.

Deixe uma resposta