Quando Cristo vier

Pois o Filho do homem no seu dia será como o relâmpago cujo brilho vai de uma extremidade à outra do céu.
Lucas 17.24

No ano passado, estive viajando de carro nos EUA e entrei numa tempestade de relâmpagos. Os raios caíam por todos os lados, nos campos planos perto do rio Mississippi. Na estrada elevada acima da delta do rio, vi um raio cair na terra e no ponto de entrada levantou-se uma enorme bolha luminosa de eletricidade. A cena foi assustadora e cativante.

A glória da vinda de Cristo é comparada ao raio que atravessa os céus. Quando vemos e ouvimos um relâmpado assim, automaticamente abaixamos a cabeça em gesto de proteção.

Quando Cristo vier, sua manifestação será assustadora e, para os que o esperam, cativante.

Deixe uma resposta