Restaure-nos mais uma vez

Salmo 85.4: Quando voltamos a Deus ele volta a nós.

restauracao

De novo? A memória do povo de Deus é curta. Esqueceu que Deus pune a infidelidade.

Restaura-nos mais uma vez, ó Deus, nosso Salvador, e desfaze o teu furor para conosco.
Salmo 85.4 NVI

A história de Israel foi de constante desvio do caminho do Senhor. Vez após vez, o Senhor enviou profetas para chamar o povo de volta ao seu mandamento.

Somente quando o povo, após o castigo, acordava e se arrependia, poderia pedir a restauração da bênção divina.

Israel precisava restaurar a fidelidade no seu meio antes de pedir a restauração da presença de Deus.

O povo de Deus hoje é o corpo de Cristo. Mas o mesmo princípio continua valendo. Congregações se desviam da verdade e se metem no mundo e no meio religioso popular. Perdem a aprovação de Deus.

Aquelas comunidades que agem assim precisam restaurar no seu meio a fidelidade e a santidade. Precisam abandonar os meios mundanos para o crescimento. Precisam confessar o pecado de querer mais a aceitação do mundo do que a aprovação do Senhor.

Deus não manda hoje os cristãos para um exílio físico, como mandava Israel para o estrangeiro. Mas o Senhor Jesus mandará embora, no juízo final, os que o chamam de Senhor sem obedecê-lo, Mt 7.21-23.

A teimosia nas práticas mundanas trará a condenação eterna.

Por isso, devemos restaurar em nossas vidas e em nossas congregações a vontade de Deus o quanto antes.

Queremos voltar, ó Deus, à sua graça que nos ensina “a renunciar à impiedade e às paixões mundanas e a viver de maneira sensata, justa e piedosa nesta era presente”. Restaure-nos no nosso arrependimento.

Segure esta ideia: Deus nos restaura quando restauramos ele como Senhor na nossa vida.

1 pensamento em “Restaure-nos mais uma vez”

  1. Amém. Todas as Igrejas de DEUS devem ter esse princípio em sua plena adoração. E como seria bom que os movimentos religiosos que se desviaram da verdade de CRISTO, voltassem aos verdadeiro caminho da adoração cristã baseada nas sagradas escrituras reveladas por nosso amado Pai. Abraços seu irmão Madson.

Deixe uma resposta