Ricos em fé

Tiago 2.5: Vejamos da perspectiva de Deus.

Ouçam, meus amados irmãos: Não escolheu Deus os que são pobres aos olhos do mundo para serem ricos em fé e herdarem o Reino que ele prometeu aos que o amam?
Tiago 2.5

Os ricos, de um modo geral, amam as suas riquezas. Jesus comentou sobre as dificuldades do rico entrar no Reino de Deus, Mateus 19.23. Mas ainda muitos irmãos, cujos olhos também são impressionados pelas riquezas, dão preferência aos mais abastados da vida.

Por isso, é necessário que todos nós, como irmãos que amamos uns aos outros sem preconceitos ou condições, ouçamos novamente a palavra de Deus, que desmerece totalmente as posses que uma pessoa tem, porque “a vida de um homem não consiste na quantidade dos seus bens” Lucas 12.15.

A escolha de Deus não é feita aleatoriamente. Ele não escolhe os pobres deste mundo porque ele tem preconceito contra os ricos. Ele não decidiu antes de criar o mundo que daria preferência a um certo grupo ou a certas classes de pessoas. Sua escolha é baseada na resposta de e de amor da parte dos indivíduos, quando a Boa Nova lhes é anunciada. Não há nenhum mérito na pobreza material, além de a pessoa ser mais receptiva à palavra de Deus.

O plano de Deus também não visa enriquecer os pobres ou mudar a sua situação de vida. Não existe no Novo Testamento nenhuma promessa material ou financeira aos que seguem Jesus. Ele promete, sim, o Reino eterno, 2 Pedro 1.11, a vida eterna, Judas 21; Tiago 1.12, a salvação eterna, Hebreus 5.9, a herança celestial, 1 Pedro 1.4.

Tiago faz grande contraste aqui entre quem enxerga com os olhos do mundo, e a perspectiva divina. Se somos realmente filhos de Deus, não veremos as coisas—e as pessoas—da sua perspectiva?

Pai, que eu ouça sua palavra e veja com seus olhos.

Um comentário em “Ricos em fé”

  1. Ótima reflexão! Perdemos várias vezes o ponto de vista que Jesus não veio nos oferecer conforto e bens….
    Obrigado!

Deixe uma resposta