Salmo 1

Comentário e aplicação do primeiro salmo.

O salmo serve como introdução ao livro. Ressalta a alegria, a satisfação, o sucesso e aprovação divina do justo, funcionando assim para recomendar a todos o caminho dos justos. Apresenta dois caminhos, o dos justos e o dos ímpios, mostrando o fim de cada um e como cada fim é atrelado à escolha que se faz. O fim é determinado e efetuado por Deus. Ou somos justos, ou somos ímpios, aos olhos de Deus. Não há outra opção. Escolher o bom caminho significa a rejeição da associação e das influências dos pecadores, além da concentração constante na lei do Senhor. A figura da árvore sugere tanto estabilidade e segurança, como também a ligação permanente à fonte da nutrição espiritual. No final, o salmo lembra a ação de Deus, que revela pela lei o bom caminho, oferece por ela a satisfação ao homem, julga sem haver resistência e garante o sucesso dos justos.

1.1. Feliz. A primeira palavra do primeiro salmo é significativa. Estabelece o tom do livro. Aparece por todo o livro e em 2.12 talvez sirva como inclusão. “Para ser abençoado, o homem tem de fazer algo” (DITAT 135).

1.2. Satisfação indica intenso envolvimento emocional e grande interesse numa atividade (DIDAT). NBV traduz: “a fonte da sua alegria”. Medita, a fim de colocá-la em prática (EP). A meditação bíblica não esvazia a mente nem foge do mundo, mas procura encher a mente da palavra de Deus e engajar o mundo por meio da retidão.

1.3. Tudo. A prosperidade do justo se refere “principalmente à bênção de Deus nas suas palavras e obras” (WAV). Não se deve entender que todo empreendimento será bem-sucedido, como o próprio livro deixa claro.

1.6. Aprova. Lit., “conhece”; “guarda” (NETB). Observando o contraste com o fim dos ímpios, talvez melhor entender o termo como proteger.

Para sermos felizes, temos de escolher o caminho da justiça, afastar-nos da influência dos pecadores, concentrar-nos na palavra de Deus, conectar à fonte da bênção, reconhecer que Deus nos convida ao prazer de sua comunhão e concede a todos a recompensa devida.

Terminamos a série: “52 ações do discípulo de Cristo”. Hoje, começamos a série de comentários sobre o primeiro livro dos Salmos.

2 pensamentos em “Salmo 1”

  1. Muito obrigado pela série de ações. Estou usando como base pra o grupo familiar na casa dos meus pais. Está sendo muito edificante para todos nós.
    Que o Senhor seja contigo!

Deixe uma resposta