‘O Senhor é a sua vida’

Deuteronômio 30.20: A maior escolha de todas.

“O Senhor é sua vida”.
Deuteronômio 30.20

Por Ed Mathews — A vida é repleta de decisões. Muitas podem ser evitadas. Uma deve ser feita: uma pessoa deve seguir o seu caminho ou o caminho de Deus? A escolha parece óbvia. Mas a decisão humana pode muitas vezes confundir a consideração prudente.

Moisés colocou diante do povo uma escolha de vida ou morte, Deuteronômio 30.15. A decisão estava dentro de sua capacidade de fazer. A vontade de Deus havia sido revelada. Não foi dita em segredo, Isaías 45.19. Ao contrário de outros deuses, Jeová fez conhecer claramente seus desejos, Deuteronômio 29.29.

Israel foi informado, Deuteronômio 30.19. As alternativas eram inconfundíveis. Neutralidade era impossível. O povo deve escolher – Deus ou ídolos, vida ou morte, Josué 24.14-15. O destino deles era determinado pela escolha deles.

• A escolha. Todas as opções são reduzidas a duas. A primeira opção é “amar ao Senhor” Deuteronômio 30.16. O amor é mostrado andando nos seus caminhos, cumprindo suas ordens, 1 João 5.3. Resulta na vida, Atos 17.28. A segunda opção é “desviar” de Deus, Deuteronômio 30.17. Este é o caminho da deslealdade. Leva à rebelião, ao serviço de outros deuses. É uma escolha precária, Deuteronômio 30.18.

• Experiências. A lealdade a Deus traz uma abundância de “bênçãos” do céu e longa “vida” na terra, Deuteronômio 30.19. Estas são a medula da verdadeira prosperidade, a fragrância de uma existência feliz. Deus promete. Ele entregará. Por outro lado, a deslealdade a Deus resulta em dor e tristeza. A riqueza pode aumentar, mas a vida será encharcada de tristeza, 1 Timóteo 6.9. O futuro dos ricos é incerto: “Não viverão muito tempo na terra” Deuteronômio 30.18b.

• Os destinos. O destino do santo é a vida aqui na terra e no futuro. Embora estejamos presos em um corpo físico agora, teremos um corpo espiritual mais tarde. “(…) sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, pois o veremos como ele” 1 João 3.2. O destino do pecador é uma “maldição” Deuteronômio 11.26-28. “(…) asseguro-lhes hoje que vocês serão destruídos” Deuteronômio 8.19. As esperanças vão ruir. Os sonhos vão desaparecer. Os pecadores ficarão cheios de confusão e remorso. Eles saberão tarde demais – muito para sua tristeza – que as coisas poderiam ter acontecido de outra forma.

Há duas escolhas, mas apenas um destino desejável.

Deus é gracioso para colocar a vida diante de nós, Deuteronômio 30.15. Cada elemento de instrução necessária é fornecido. Ele apela para os nossos instintos mais nobres. Ele nos implora para “escolher a vida” Deuteronômio 30.19b. Nós estamos escrevendo nosso epitáfio. O que vai ser? 1 João 5.11-12.

Pai bondoso, o Senhor nos deu o raciocínio. O Senhor deu os incentivos. Minha decisão é clara. Eu quero a vida. Essa é a minha escolha, em Cristo Jesus, Amém.

Plow New Ground

2 comentários em “‘O Senhor é a sua vida’”

Deixe uma resposta