Como ser uma luz para mudar o mundo

Filipenses 2.16: A capacidade de sermos luzes é determinada por esta prática.

Brilhar como cristãos depende de reter para si mesmo a palavra da vida, e oferecê-la aos outros.

retendo firmemente a palavra da vida. Assim, no dia de Cristo eu me orgulharei de não ter corrido nem me esforçado inutilmente.
Filipenses 2.16 NVI

A frase: “reter firmemente”, traduz um único termo grego epeicho, e pode significar ou “reter; segurar”, ou “estender; oferecer”. O último sentido reflete a tradução da VFL: “anunciando-lhes a mensagem que dá vida”. (Ver também NTLH; OL.)

De qualquer maneira, a frase explica que servimos como luzes no mundo por meio da nossa fidelidade à verdade do evangelho e pela proclamação desta.

Todo trabalho cristão visa o “dia de Cristo”, o dia do seu retorno para conduzir todos ao juízo final, pois é neste dia que nossa obra será provada. O orgulho de Paulo é associado à glória de Deus e não um motivo pessoal de se engrandecer.

Portanto, a capacidade de sermos luzes transformadoras e proclamadoras é determinada, em parte, pelo que fazemos com a palavra da vida.

Somos a ela fiéis? Somos conhecedores dela? Somos praticantes dela?

Deixe uma resposta