A imitação de Cristo

1 Pedro 2.21: Fomos chamados para seguir nos passos de Jesus.

Para isso vocês foram chamados, pois também Cristo sofreu no lugar de vocês, deixando-lhes exemplo, para que sigam os seus passos. 1 Pedro 2.21

Seguir os passos de Jesus significa imitá-lo. Jesus não tinha nenhum pecado na sua vida, mas nossa imitação não implica em estar sem pecado. Significa imitar as suas atitudes. Continue lendo “A imitação de Cristo”

Vocês o amam

1 Pedro 1.8-9: O amor a Cristo não é cego, mas não o enxergamos com os olhos.

Mesmo não o tendo visto, vocês o amam; e apesar de não o verem agora, creem nele e exultam com alegria indizível e gloriosa, pois vocês estão alcançando o alvo da sua fé, a salvação das suas almas. 1 Pedro 1.8-9

A distância tende a esfriar o amor e a amizade. Cristo não é distante, mas também não é visível. Mesmo assim, temos com ele relacionamento próximo. Ele habita no coração do seu seguidor. Sua presença poderosa em nós faz crescer cada vez mais o nosso amor por ele. Continue lendo “Vocês o amam”

Verdadeira graça

1 Pedro 5.12: Na verdadeira, sofremos como cristãos por causa da verdade.

As pessoas querem as coisas de maneira fácil. A palavra graça já adquiriu significado do que é livre de obrigação e provação. Quando se ouve falar da graça de Deus, devemos ter certeza de que é aquela que Deus oferece e não uma versão light e falsa. Continue lendo “Verdadeira graça”

Deus escolheu seu dom para transmitir sua graça

1 Pedro 4.10: Não prive outros da graça de Deus.

servir-dons

Ninguém tem desculpa para não servir no reino de Deus. Ninguém pode dizer que não tenha o que fazer, nem as condições de fazê-lo. Não é questão de ter ou não alguma capacidade espiritual. Todos temos porque todos recebemos de Deus. Se somos filhos de Deus, somos servos capacitados.

Deus deu a cada um de vocês algumas capacidades especiais; estejam certos de que as estão utilizando para se ajudarem mutuamente, transmitindo aos outros as muitas formas da graça de Deus.
1 Pedro 4.10 NBV

Podemos negligenciar o que Deus nos deu. Podemos esconder, como fez o homem de um só talento, o nosso dom. Podemos recusar a servir aos outros com nossas capacidades. Podemos ser egoístas e usar de forma errada os nossos talentos. Podemos ter inveja das capacidades dos outros e desprezar as nossas. Podemos pensar que ninguém respeite, elogie ou aprecie as nossas capacidades.

Mas não podemos dizer que não temos condições.

Pedro qualifica as nossas capacidades como meios pelos quais Deus escolheu para transmitir aos outros a sua graça. Se nós deixarmos de usá-las, outros serão privados da graça de Deus.

É isso mesmo que você quer fazer?

A Deus pertence todo o poder para sempre

Ele tem e ele concede.

DoxologiaDepois de declarar o que Deus fará pelos seus, Pedro irrompe em doxologia, o louvor de um presbítero que, após dar os seus imperativos e recomendações, reconhece a fonte de todas as possibilidades.

A Deus pertence todo o poder para sempre. Amém!
1 Pedro 5.11 EP

Façam isso, façam aquilo, resistam o diabo, fiquem acordados — e saibam — glória a Deus por isso! — que ele vai fazer valer todo o seu esforço e garantirá o seu sucesso espiritual. Porque todo o poder que pertence a ele é de vocês em Cristo Jesus.

Deus todo-poderoso, louvo o Senhor por investir em mim as forças espirituais para chegar ao fim e aproximar-me do Senhor. Amém.

[subscribe2]

No tempo que lhe resta

Vivamos com outro objetivo.

tempo curtoAntes, vivíamos para satisfazer os maus desejos. Desejos egoístas. Corruptos. Imorais. Agora, como o povo de Deus, devemos viver com outro objetivo.

(…) no tempo que lhe resta, não viva mais para satisfazer os maus desejos humanos, mas sim para fazer a vontade de Deus.
1 Pedro 4.2 NVI

O tempo que desperdiçamos foi muito. O tempo que nos resta é pouco. Não há tempo de perder. O dia de começar se chama hoje.

Deus de vontade salvadora, que meu alvo seja sempre o de cessar do pecado e de continuar com a obediência. Porque Cristo o fez. Amém

[subscribe2]

Eu, fazer isso? Nem pensar!

A Bíblia contém o segredo.

Religião verdadeiraA Bíblia parece ser uma obra antiquada para muitos, seus preceitos e perspectivas refletindo uma cultura ultrapassada e, portanto, inferior aos conceitos modernos e evoluídos. É importante frisar a diferença entre uma caricatura de religião da Idade Média e a revelação divina das Escrituras, mas mesmo assim muitos descartam qualquer verdade ou conduta que elas nos manifestam. Como esta:

Do mesmo modo, mulheres, sujeitem-se a seus maridos, (…)
1 Pedro 3.1a NVI

Fazendo o bem da submissão, a esposa ganha o marido para Cristo, entre outros benefícios. (Leia o parágrafo inteiro.) É um serviço, uma função, como outros no reino de Deus, que procuram o bem-estar alheio, da mesma forma como Cristo se humilhou para resgatar a humanidade.

Quem vive para si mesmo rejeita o caminho da Palavra de Deus. Quem procura abençoar aos outros verá nela o segredo do sucesso deste serviço.

Meus pensamentos, Pai, são limitados pela pequenez do meu mundo, mas a sua sabedoria penetra o universo. Amém.

[subscribe2]

Minha conduta depende somente de mim

É preciso agir e não reagir.

Atitude do cristãoNo mundo, as pessoas reagem às suas circunstâncias e aos outros ao seu redor. Determinam suas atitudes e ações baseando-se no que os outros fazem. O cristão não segue o padrão do mundo.

Escravos, sujeitem-se a seus senhores com todo o respeito, não apenas aos bons e amáveis, mas também aos maus.
1 Pedro 2.18 NVI

Mesmo com senhor ruim, o escravo cristão podia servir com respeito e esmero. Quem determinava suas atitudes era Cristo e não o amo dele.

Da mesma forma, em todas as áreas da vida, o cristão age com o Senhor Jesus como seu critério. Deixa de reagir aos outros. Tal referência no Senhor lhe proporciona segurança e integridade.

Senhor que não muda com os ventos, obrigado por me dar meios para ser sempre o mesmo, como Jesus é o mesmo ontem, hoje, e para sempre. Amém.

[subscribe2]