Ação: Cooperar

2 Coríntios 1.24: Minha obra tem o caráter de convite ou imposição?

LER: “Não que tenhamos domínio sobre a sua fé, mas cooperamos com vocês para que tenham alegria, pois é pela fé que vocês permanecem firmes” 2Co 1.24.

PENSAR: Os cristãos são cooperadores com Deus no evangelho, 1Co 3.9; 2Co 6.1, e com os irmãos para salvar outros e promover a fé, Fp 1.5; 4.3; Cl 1.7; 4.7, 11; 3Jo 8. Ninguém tem “poder ditatorial” (TLNT) sobre outro; a fé não pode depender de outra pessoa, a não ser de Deus. No reino de Deus somente Cristo é Líder. Continue lendo “Ação: Cooperar”

Ação: Imitar

João 13.15: Jesus é digno de imitação, e nós também.

LER “Eu lhes dei o exemplo, para que vocês façam como lhes fiz” Jo 13.15.

PENSAR: Jesus se coloca como exemplo de humildade e serviço a ser imitado pelos discípulos. Em muitos aspectos, ele e o Pai devem ser imitados, Êx 12.42; Mt 5.48; Mc 10.38-39; Cl 3.13; Ef 5.1; Fp 2.5ss; 1Pd 2.21-23. Para tal, é preciso conhecer a Bíblia, saber como eles agem e agir conforme suas atitudes. Quem imita Jesus se torna exemplo aos outros: 1Co 11.1; 1Ts 1.6-7, e se coloca assim, Fp 3.17; 1Tm 4.12; 1Pd 5.3. Continue lendo “Ação: Imitar”

Ação: Revestir-se

Romanos 13.14: A roupagem de Cristo mostra quem sou?

LER: “ Ao contrário, revistam-se do Senhor Jesus Cristo, e não fiquem premeditando como satisfazer os desejos da carne” Rm 13.14.

PENSAR: Vestimos o corpo de roupa para cobrir a nudez e cobrimo-nos, em sentido figurativo, do espírito de Cristo. É ser “caracterizado pela qualidade ou atributo citado” (Williams 105), figura comum no AT, Sl 93.1; Pr 31.25; Is 52.1. No NT, a linguagem é de Paulo, Rm 13.12; Ef 4.24; Cl 3.12, 14, semelhante à expressão de “vestir a camisa” de um time. Assumimos as atitudes daquele a quem já nos unimos, Gl 3.27. Continue lendo “Ação: Revestir-se”

Ação: Compadecer-se

Colossenses 3.12: Use sempre a roupa da compaixão nos tratos com outros.

LER: “Portanto, como povo escolhido de Deus, santo e amado, revistam-se de profunda compaixão, bondade, humildade, mansidão e paciência” Cl 3.12.

PENSAR: Compaixão é “sentimento de aflição pelas adversidades dos outros” (Vine), o qual “resulta em ação para livrar [alguém] de uma dificuldade iminente” (DITAT). A compaixão era um dos marcos de Jesus, Mt 9.36; Mc 1.41; Lc 7.13. Seus milagres eram atos de compaixão, Mt 15.32. Compaixão foca também necessidade espiritual, Jd 22-23. Continue lendo “Ação: Compadecer-se”

Ação: Orgulhar-se

Gálatas 6.14: O povo de Deus se gloria no próprio Deus.

LER: “Quanto a mim, que eu jamais me glorie, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, por meio da qual o mundo foi crucificado para mim, e eu para o mundo” Gl 6.14.

PENSAR: Gloriar-se é “sentir prazer em algo” ou “gabar-se de algo” (BGAD). No sentido acima, é basear sua importância e valor em algo. O povo de Deus se gloria no próprio Deus, Je 9.23-24; 1Co 1.31; 2Co 10.17. O mundo das conquistas próprias é morto para ele. “Tudo tem sido dado por Deus, então a ele só pertencem o louvor e a glória” (TLNT). Continue lendo “Ação: Orgulhar-se”

Ação: Alegrar-se

Lucas 10.20: Decida ser alegre, sem preocupações ou frustrações na fé.

LER: “Contudo, alegrem-se, não porque os espíritos se submetem a vocês, mas porque seus nomes estão escritos nos céus” Lc 10.20.

PENSAR: O santo se alegra na salvação eterna, e na participação nos sofrimentos de Cristo, Mt 5.10-12; At 5.41; Hb 10.34; 1Pd 4.13. Ela supera a circunstância passageira. As provações são motivo de alegria, Tg 1.2-4. Ela é contagiosa, Rm 12.15. Com tantos lembretes na Bíblia, parece que nos esquecemos facilmente da alegria. Alegria celeste sobre o arrependimento deve ser também alegria nossa, Lc 15. Continue lendo “Ação: Alegrar-se”

Ação: Fugir

1 Coríntios 6.18: Evite situações de tentação potencial, saia delas abruptamente.

LER: “Por isso, meus amados irmãos, fujam da idolatria” 1Co 10.14.

PENSAR: Paulo usa o verbo fugir no sentido de “deixar de fazer algo, evitando-o, por causa do dano potencial, fugir de, evitar, afastar-se de” (BGAD). Além da idolatria, o santo foge de imoralidade sexual, 1Co 6.18 (porque esta “nunca está certa” 1Co 6.13 NBV), “tudo isso” (amor ao dinheiro etc.), 1Tm 6.11, “desejos malignos da juventude” 2Tm 2.22. Esta fuga permite a busca das virtudes de Cristo, 1Tm 6.11. Tal fuga lembra de José, Gn 39.12. O pecado deve ser tratado com seriedade. Continue lendo “Ação: Fugir”

Ação: Lutar

Lucas 13.24: A palavra que significa lutar (por), combater, competir, correr.

LER: “Esforcem-se para entrar pela porta estreita, porque eu lhes digo que muitos tentarão entrar e não conseguirão” Lc 13.24.

PENSAR: Por trás do termo esforçar-se é palavra que significa lutar (por), combater, competir, correr (BGAD). Esse termo intenso, de onde tiramos nossa palavra “agonizar”, indica esforço máximo, “gastar toda a energia para alcançar uma meta significativa” (EDBW). É preciso dessa luta no conhecimento, Pr 2.1-5, na oração, Cl 4.18, nas reuniões, Hb 10.24-25; 12.1, e no evangelho, Fp 1.30, entre outras áreas. Continue lendo “Ação: Lutar”

Ação: Brilhar

Mateus 5.16: Queremos que outros vejam o poder e o amor de Deus em nós.

LER: “Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus” Mt 5.16.

PENSAR: A nossa luz é a de Deus em nós. Não queremos aparecer, Mt 6, mas sim a presença de Deus em nós. Por isso, não nos escondemos. Queremos que outros vejam o poder e o amor de Deus em nós. Assim, o glorificarão ao invés de ficar impressionados com nosso empenho. Luz representa santidade, verdade e majestade divinas, Is 60.1; 1Jo 1.5. Continue lendo “Ação: Brilhar”

Ação: Manejar

2 Timóteo 2.15: Ensine a palavra da verdade com exatidão.

LER: “Procure apresentar-se a Deus aprovado, como obreiro que não tem do que se envergonhar e que maneja corretamente a palavra da verdade” 2Tm 2.15.

PENSAR: O manejo correto da palavra poupa o discípulo da vergonha e permite que ele seja por Deus aprovado. Ajuda-o a evitar também envolvimento em discussões e conversas inúteis, vv. 14, 16. Manejar é mais do que ler: significa um estudo cuidadoso para chegar à compreensão correta que permite comunicar “com exatidão” (CNBB). Continue lendo “Ação: Manejar”