Jesus, motivo de arrependimento

Atos 17.30-31: A ressurreição de Cristo é prova do juízo final e da necessidade do arrependimento.

No passado Deus não levou em conta essa ignorância, mas agora ordena que todos, em todo lugar, se arrependam. Pois estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio do homem que designou. E deu provas disso a todos, ressuscitando-o dentre os mortos. Atos 17.30-31

Antes de Cristo vir ao mundo, Deus era mais tolerante. Ele permitiu coisas, até entre o povo de Israel, que hoje não permite mais, Mateus 19.3-12. Agora, porém, na nova aliança que Deus fez em Cristo, as coisas mudaram. Continue lendo “Jesus, motivo de arrependimento”

Ouçam-no em tudo

Atos 2.22-23: Moisés falou do grande profeta como ele.

Pois disse Moisés: ‘O Senhor Deus lhes levantará dentre seus irmãos um profeta como eu; ouçam-no em tudo o que ele lhes disser. Quem não ouvir esse profeta, será eliminado do meio do seu povo’. Atos 3.22-23

Jesus não apareceu na terra de repente, sem aviso prévio. Ele veio ao mundo em meio a grandes expectativas da parte do povo de Israel, numa era de profundas turbulências sociais. Os judeus estavam o esperando. Isso porque todo o Antigo Testamento falava a respeito do Escolhido de Deus que viria. Continue lendo “Ouçam-no em tudo”

Quem é o povo de Deus? Estêvão responde

Atos 7.53: Como identificar o povo verdadeiro de Deus.

O sermão de Estêvão serve não somente como momento em que se desencadeia uma grande perseguição contra a igreja em Jerusalém, Atos 8.1, mas também como marco, no livro de Atos, que leva o evangelho aos gentios. Isso porque Estêvão mostra, pela história dos judeus, a rejeição do plano de Deus por eles e a verdadeira natureza do povo de Deus.

A última frase dele, depois de afirmar que eles tinha matado o Justo, é instrutiva: Continue lendo “Quem é o povo de Deus? Estêvão responde”

Nem sempre Deus precisa fazer milagre

Atos 5.40: Deus usou uma das pessoas menos esperadas.

A pregação da Boa Nova de Cristo devia ter convencido os judeus, pois esperavam o Messias, tinham as Escrituras que falavam dele e testemunharam os milagres do Senhor. Mas não! Mataram-no e teriam feito o mesmo com os apóstolos. Os membros do Sinédrio “ficaram furiosos e queriam matá-los” Atos 5.33.

Somente não mataram porque Deus agiu. Quer ver como ele fez para salvar os Doze? Continue lendo “Nem sempre Deus precisa fazer milagre”

As maravilhas de Deus em nossa própria língua

Atos 2.11b: O evangelho para cada idioma!

Como seria encontrar uma cura para o câncer mas deixar de divulgá-la e oferecê-la ao mundo? Seria um contrassenso! Deus trouxe à humanidade a cura para o pecado. Ele quer que todos a conheçam e a aceitem. Continue lendo “As maravilhas de Deus em nossa própria língua”

‘Pensaram que haviam obtido o que desejavam’

Atos 27.13: Enganam também as circunstâncias.

Não somente enganam as aparências como também as circunstâncias. Interpretamos momentos como sendo favoráveis aos nossos planos, para logo enfrentar a tempestade que tudo destrói. Continue lendo “‘Pensaram que haviam obtido o que desejavam’”

Ação: Dar

Atos 20.35: Aqui é satisfação maior, segundo o próprio Jesus.

LER: “Em tudo o que fiz, mostrei-lhes que mediante trabalho árduo devemos ajudar os fracos, lembrando as palavras do próprio Senhor Jesus, que disse: ‘Há maior felicidade em dar do que em receber’” At 20.35.

PENSAR: A oferta dominical é apenas reflexo de uma vida marcada pela generosidade e pela disposição de dar. É um dos verbos mais associados com Deus, Lc 11.13; Jo 3.16; Rm 8.32; Tg 1.5. E com seu povo, Pr 20.26; Mt 5.40, 42; Lc 6.38; Rm 12.20. Aqui é satisfação maior. Continue lendo “Ação: Dar”

Ação: Ser imerso

Atos 22.16: A decisão de levantar-me é minha.

LER: “E agora, que está esperando? Levante-se, seja imerso e lave os seus pecados, invocando o nome dele” Atos 22.16 BND.

PENSAR: Quem crê em Jesus, decidido a mudar a vida, não deve demorar. Sem imersão, não há perdão. Neste momento, a oração não resolve—somente a obediência. A decisão de levantar-me é minha. Continue lendo “Ação: Ser imerso”