Aprendam a fazer o bem

Vai fazer bem ou mal. Aprenda o bem.

aprender o bemFazer duas coisas ao mesmo tempo pode ser grande perigo, como, por exemplo, dirigir um veículo e enviar texto por celular. Outras coisas são impossíveis de fazer ao mesmo tempo, digamos, dirigir um veículo e nadar o borboleta. (Mas sempre tem quem tente, não é?) Eis duas coisas impossíveis de praticar simultaneamente:

Parem de fazer o mal, aprendam a fazer o bem!
Isaías 1.16-17 NVI

Fazer o bem tem de ser aprendido. O ser humano tem sua definição do que é bom, mas suas ideias, no âmbito espiritual, estão quase sempre erradas.

Não é suficiente parar de fazer o mal. Ou se faz uma coisa ou outra. O fazer é sempre presente, pois o ser humano não fica parado. Se não está fazendo o bem, conforme Deus determina, está fazendo, necessariamente, o mal.

Aplica-se isso também ao povo de Deus, tanto quanto ao pagão. Pois Isaías escreveu essas linhas para Israel. A igreja tem de aprender também a rejeitar o mal para acolher o bem.

Qual você está fazendo neste momento?

Isto é bom

Deus fala do que gosta.

Ser humano nenhum sabe o significado do que é bom. Nossa percepção tem sido tão distorcida pelo pecado de modo que não temos condições de identificar o bom. Nossa ideia do bom, portanto, será sempre colorida pelas nossas paixões e desejos.

Por isso, quando a Bíblia define algo como sendo bom, devemos dar atenção dobrada.

Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador, o qual quer que todos os homens sejam salvos e venham a conhecer a verdade.
1 Timóteo 2.3-4 BND

“Isto” se refere à oração por todas as pessoas. E “isto” é bom porque, como diz o versículo a seguir, o que Deus mais quer é a salvação de todos, por meio do conhecimento da verdade.

Qual deve ser, então, a nossa oração? Para que todos sejam salvos. E como serão salvo? Quando pregamos a eles a verdade do evangelho. Devemos orar, portanto, pela nossa própria dedicação e coragem para falar a mensagem em todo o tempo.