As Escrituras levam à busca

Daniel 9.1-3: Leitura das Escrituras motiva para participar do projeto de Deus.

Dario, filho de Xerxes, da linhagem dos medos, foi constituído governante do reino babilônio. No primeiro ano do seu reinado, eu, Daniel, compreendi pelas Escrituras, conforme a palavra do Senhor dada ao profeta Jeremias, que a desolação de Jerusalém iria durar setenta anos. Por isso me voltei para o Senhor Deus [para buscá-lo] com orações e súplicas, em jejum, em pano de saco e coberto de cinza.
—Daniel 9.1-3

Daniel leu o livro de Jeremias e viu nele a promessa de Deus sobre a restauração do povo à sua terra. Esta leitura provocou grande busca da sua parte para o cumprimento da profecia. Sua oração se encontra em seguida, no mesmo capítulo. Continue lendo “As Escrituras levam à busca”

Fale a Bíblia

Salmo 49.1-3: Usemos sempre a Bíblia nas nossas conversas e palavras.

Ouçam isto vocês, todos os povos; escutem, todos os que vivem neste mundo, gente do povo, homens importantes, ricos e pobres igualmente: A minha boca falará com sabedoria; a meditação do meu coração trará entendimento.
Salmo 43.1-3

É difícil imaginar momento nas conversas quando uma citação da Bíblia ou referência às Escrituras não seja apropriada. Parafrasear o conteúdo das Sagradas Letras é bom; citar de memória é melhor ainda. Fazer leitura com a Bíblia na mão é sobremaneira excelente. Continue lendo “Fale a Bíblia”

Salvação confirmada pelos milagres uma vez por todas

Hebreus 2.3b-4: Nas Escrituras, a mensagem e sua confirmação.

Quando viajamos, a nossa agente de viagem sempre reconfirma conosco o voo de retorno. Às vezes, as companhias aéreas mudam os voos e por isso se torna necessária a reconfirmação.

No caso da confirmação divina, porém, não há necessidade de ficar reconfirmando a veracidade e a origem da mensagem da salvação. Continue lendo “Salvação confirmada pelos milagres uma vez por todas”

Como renovar a sua aliança com Deus

Josué 8.32, 34-35: No centro do processo, a lei de Deus.

Ao longo da vida em Cristo, chegamos a momentos em que sentimos a necessidade de parar e nos concentrar na renovação do nosso compromisso com Deus. Foi assim também com o povo de Israel, depois de 40 anos no deserto e da sua entrada na terra prometida. Continue lendo “Como renovar a sua aliança com Deus”

5 lições de um único pedido de oração

Paulo pede oração a seu favor

Lembre-se de que Paulo e Silas foram correndo de Tessalônica, por causa de perseguição por terem pregado a Cristo. Sua experiência naquela cidade, porém, não seria excepcional. Então ele escreve de volta à igreja lá:

Finalmente, irmãos, orem por nós, para que a mensagem do Senhor se espalhe rapidamente e seja honrada, assim como aconteceu entre vocês. E orem também para que sejamos protegidos das pessoas más e perversas. (Pois nem todas as pessoas têm fé no Senhor.)
2 Tessalonicenses 3.1-2 VFL

Podemos tirar pelos menos cinco lições importantes deste único pedido de oração. Continue lendo “5 lições de um único pedido de oração”

Não se envolvam em discussões

Palavras pesadas para papo leviano.

As brigas de palavras nunca chegam a uma conclusão, nunca resolvem um problema, nunca convencem um adversário. Palavras humanas não aproximam as pessoas de Deus; pelo contrário, as opiniões e especulações abrem caminho para a ruína.

Continue a lembrar essas coisas a todos, advertindo-os solenemente diante de Deus, para que não se envolvam em discussões acerca de palavras; isso não traz proveito, e serve apenas para perverter os ouvintes.
2 Timóteo 2.14 NVI

Isto não é meramente bom conselho. É uma conjuração (Almeida), que carrega o peso de um mandamento. Timóteo deve ordenar na presença do Senhor que terminem as brigas. Deus não quer ouvi-las!

Este verso faz contraste com o 15, que aponta as Escrituras como o caminho para a aprovação de Deus e a salvação dos outros.

Deus que fala a verdade salvadora, que suas palavras sejam nossas, que falemos quando a Bíblia fala, que nos silenciemos quando a Bíblia se silencia.

Segure este pensamento: Quando é Bíblia está fechada, fecha a boca.