‘Entregues por meu Pai’

Mateus 11.27: Somente Jesus conhece, e pode.

Todas as coisas me foram entregues por meu Pai. Ninguém conhece o Filho a não ser o Pai, e ninguém conhece o Pai a não ser o Filho e aqueles a quem o Filho o quiser revelar. Mateus 11.27

Jesus disse possuir todo o conhecimento divino para cumprir a sua missão e revelar o Pai aos pequeninos que ouvem humildemente a Palavra. O conhecimento recíproco entre o Pai e o Filho demonstra um relacionamento especial. Se alguém quer chegar até Deus, tem que passar, necessariamente, por Jesus. Continue lendo “‘Entregues por meu Pai’”

O “se” impossível

Por esse veículo, nunca chegaremos lá.

Qual é o veículo que pode nos levar a Deus? Essa é a grande questão para o ser humano. Para sermos aceitos por Deus, a dependência de obras, como aquelas praticadas por meio da lei de Moisés, é incapaz de nos ganhar a sua aprovação.

Pois, se tivesse sido dada uma lei que pudesse conceder vida, certamente a justiça viria da lei.
Gálatas 3.21b NVI

Se por nossa conduta apenas é possível ser aprovados por Deus, então Cristo não precisava vir ao mundo.

Mas isso é “impossível” para quem segue a lei, Romanos 8.3.

Então precisamos do sacrifício de Cristo, cujos benefícios encontramos na imersão, Romanos 6.1-4. Para isso, é necessário obedecê-lo.

Você tem a vida que vem, não por lei, mas por Cristo?

Deus Senhor, mostre-nos o caminho por meio do Justo, seu Filho Jesus Cristo.

Segure essa ideia: Nem a lei de Moisés não resolvia para o povo, então muito menos o nosso próprio conceito do que é correto. Somente Cristo é a solução.

Ele era muito bem informado

A razão do seu mover determina o nível do seu saber.

No exercício da sua função oficial, o governador Félix sabia a respeito do cristianismo. Mas este conhecimento não fazia diferença na sua vida pessoal.

Félix (…) era muito bem informado no que concerne ao Caminho.
Atos 24.22a BJ

Félix falava muito com Paulo, mas não porque queria seguir a Cristo. Queria dinheiro.

Nós, que supostamente temos tanto interesse nas coisas eternas, devemos conhecer muito bem o Caminho e o seu autor.

Mas muitos desconhecem até os dados básicos da fé. A ignorância da Bíblia entre os que professam Cristo é geral.

Um pagão sabia muito mais sobre o Caminho, por motivos políticos e sórdios, do que muitos que se chamam de cristãos.

Estes faltam, portanto, um porquê grande o suficiente para motivá-los a um conhecimento profundo das coisas de Deus.

As motivações fazem toda a diferença.

Deus que sabe todas as coisas, obrigado por nos revelar seu plano em Cristo. Que sejamos conhecedores dele por causa de nosso desejo de estar na eternidade com o Senhor.

Segure este pensamento: O porquê faz a diferença entre informações e conhecimento.

Andemos na luz do Senhor

Um convite ao arrependimento e à obediência.

Andar na luzLuz quer dizer vida, alegria, entendimento e pureza. Deus é luz. É da sua natureza, luz significa encontro, enquanto as trevas significam tropeço e desencontro. Passamos um ao outro no escuro sem ver, sem nos conhecer.

Venha, ó descendência de Jacó, andemos na luz do Senhor!
Isaías 2.5 NVI

O chamado de Isaías para andar na luz é um convite ao arrependimento, ao retorno à obediência, ao abandono da escuridão da idolatria e da arrogância da rebeldia.

Deixo hoje esta citação da Bíblia de estudo da New living translation:

Andar na luz de Deus (sua revelação) levará à participação gloriosa no seu reino (ver 60.1; 1 João 1.7). Deus é o único luz que vence a escuridão do pecado e do mal (9.2). As pessoas não podem produzir tal luz por si mesmas (59.9), mas têm de andar na luz que Deus provê, ao confiar nele e viver em obediência à sua vontade (50.10). A frase “descendência de Jacó” se refere ao relacionamento histórico especial de Israel com o Senhor, bem como sua história de pecaminosidade e rebelião (ver 14.1; 48.1).

Pai, escolhemos a sua luz. Obrigado por nos dar o brilho da sua glória. Somos o povo do dia. Que sua luz brilhe de nós para o mundo, em Cristo. Amém.

[subscribe2]

Por um par de sapatos

Gastou a grana. Resolveu?

o que satisfazUm par de sapatos. Um jet-ski. Uma viagem ao exterior. Um ingresso para ver a última banda de roqueiros. Compramos e compramos e não estamos satisfeitos. Trabalhamos horas a fio para providenciar coisas materiais e gastar em nulidades.

Por que gastar dinheiro naquilo que não é pão e o seu trabalho árduo naquilo que não satisfaz? Escutem, escutem-me, e comam o que é bom, e a alma de vocês se deliciará na mais fina refeição.
Isaías 55.2 NVI

Isaías não está criticando as compras de coisas não essenciais, mas sim a idolatria das coisas materiais, das coisas que não têm condições de satisfazer o espírito.

O que satisfiz é o conhecimento de Deus. Mas estamos sentados em carteiras de outra escola. O que alegra hoje e amanhã e depois de amanhã se encontra somente na loja de artigos da fé. Mas gastamos os esforços e dinheiro no Shopping Agora e no Mercado das Emoções Fortes.

E ainda questionamos porque andamos tão insatisfeitos e chateados.

Esaú vendeu sua herança por um prato de comida.  Vai vender a sua alma por um par de sapatos?

Pai, faça-me entender que as coisas deste mundo me deixam frustrado e vazio. Dê-me o pão que vem do céu.