Jesus me conhece a fundo

Marcos 7.21-22: Eu me engano, mas Jesus me conhece.

Pois do interior do coração dos homens vêm os maus pensamentos, as imoralidades sexuais, os roubos, os homicídios, os adultérios, as cobiças, as maldades, o engano, a devassidão, a inveja, a calúnia, a arrogância e a insensatez. Marcos 7.21-22

Para esconder sua maldade, o homem inventou a teoria da evolução. Ele afirma estar melhorando. Acredita na bondade humana. Pensa que a educação resolve os problemas sociais. O homem tem muita fé no homem. Continue lendo “Jesus me conhece a fundo”

Mediante a fé

Efésios 3.17: Maravilhosa oração de Paulo pelos efésios pode ser a nossa também.

para que Cristo habite no coração de vocês mediante a fé; (…)
Efésios 3.17a

Este verso faz parte da oração do apóstolo Paulo pelos cristãos na cidade de Éfeso.

A habitação de Cristo (e do Pai e do Espírito Santo) no coração não é nada mística, mas sim espiritual. Não é menos real por isso. Pelo contrário, é mais real. Ele é presente de verdade. A expressão de Paulo não é mero sentimento, não é apenas uma frase como as pessoas falam hoje a respeito de outra pessoa. Continue lendo “Mediante a fé”

Feliz o de pensamento puro

Mateus 5.8: Será que sabemos o que este verso significa?

Conhecemos bem o verso bíblico, no início do sermão do monte, dito por Jesus, que fazem parte das bem-aventuranças:

Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus.
Mateus 5.8 NVI

Agora, lembremos que o sentido bíblico da palavra coração é diferente do uso moderno. Por isso, uma versão traduz assim: Continue lendo “Feliz o de pensamento puro”

O que controla seu pensamento?

Salmo 37.31: Faça Deus o seu Deus.

Muitas pessoas reconhecem na mídia comercial um meio de manipulação e apelação, para persuadir o consumidor a pensar, agir e comprar conforme a sutileza da sugestão. (É ironia ver as pessoas que falam tanto em ser independentes, usando roupas de marca, tecnologia de massa e produtos populares.) Os amigos são outra influência forte de opinião e conduta. De uma maneira ou outra, algo ou alguém vai direcionar e controlar o pensamento. Continue lendo “O que controla seu pensamento?”

No meio do teu coração

Provérbios 4.21: As palavras de Deus estão no centro das atenções do coração.

No teatro, o centro do palco é onde se concentra a atenção, onde ocorre a ação principal. A sabedoria de Deus também tem de ocupar o lugar central do coração.

Não as deixes ficarem longe de teus olhos; guarda-as no meio de teu coração.
Provérbios 4.21 BLIVRE

A sabedoria de Deus tem de ser ouvida e retida. “A sabedoria exige busca constante”, escreveu Bruce Waltke no seu comentário sobre Provérbios.

Neste poema (versos 20-27), sete partes do corpo são mencionadas. O coração, os olhos e os pés são mencionados duas vezes cada. “O discípulo deve exercer cada sentido ao máximo” (R.J. Clifford, Proverbs: A Commentary).

No centro de tudo é o coração (aqui, no sentido da mente), e no centro do coração deve ser a palavra de Deus.

Ó Deus, como são preciosas as suas palavras — vida para minha alma! Ajude-me a mantê-las no centro da minha atenção.

 Segure este pensamento: Do coração, a palavra de Deus é o centro,/ Pra efeito duradouro, guarde-a dentro.

Sirvo em meu espírito no evangelho

Comentário sobre Romanos 1.9.

serviço espiritualMinistério virou exercício de poder. Ministro, tanto na política como na religião, tornou-se agregador de privilégios. Mas estes não podem chamar Deus como testemunha do seu serviço, como faz esse servidor:

Pois Deus, a quem sirvo em meu espírito no Evangelho de Seu Filho, …
Romanos 1.9 BLIVRE

O termo na língua original para “servir” tem um sentido amplo, e significa louvor ou labor, adoração ou trabalho. O contexto em que aparece o termo determina o tipo de serviço religioso. Em Mateus 4.10, por exemplo, é geralmente traduzido por “adorar”. Aqui, o serviço parece ser o anúncio da Boa Nova de Cristo (como em 15:16).

Isso é importante notar porque fazemos uma distinção muito severa entre nosso serviço de reunir-nos com os irmãos e o de proclamar, no dia a dia, a salvação aos de fora. Obviamente, cada momento tem suas peculiaridades, mas os dois constituem serviço, dois aspectos da mesma realidade espiritual do cristão.

Paulo declara que, embora o serviço seja empenhado no mundo, entre as pessoas, com viagens para lá e para cá, suportando rigores e temores, ele é feito “em meu espírito”, indicando a interioridade do cristianismo. A fé não é um ritual, mas cada ação e atitude parte do íntimo, fonte das motivações que agradam a Deus, da disposição mental e da consciência profunda de gratidão pela graça divina que chama e impulsiona.

De fato, a frase chama Deus como testemunha à sinceridade e ao zelo que ele tem pelos leitores e ao desejo de vê-los e deixar-lhes algum benefício espiritual. O objeto da sua fé e serviço é Deus, É ele quem Paulo quer impressionar e agradar. Ele age sempre para que Deus, e não o homem, pense bem a seu respeito.

Seja o serviço louvor ou labor, a oração sempre o acompanha, como no restante do verso citado acima.

Que todos possamos dizer com Paulo que é Deus a quem servimos em nosso espírito na proclamação da Boa Nova de seu Filho.

Ingredientes estragados não fazem bolo gostoso

Aqui, mais que o paladar está em jogo.

EvangelhoNão se pode fazer um bolo gostoso se os ingredientes estão estragados. A matéria prima tem de ser de primeira qualidade para construir uma obra duradoura. Da mesma forma, no âmbito espiritual, para produzir no ser humano as coisas que agradam a Deus, tem de começar pela doutrina verdadeira:

O objetivo desta instrução é o amor que procede de um coração puro, de uma boa consciência e de uma fé sincera.
1 Timóteo 1.5 NVI

Paulo tinha acabado de ordenar, no início da sua carta, que Timóteo fizesse com que alguns parassem de ensinar doutrinas falsas, pois não se pode fazer a obra de Deus na vida das pessoas começando por ensinamentos errados.

Tem-se o costume de dizer que o que importa é o que está no coração. É correto pela metade.

Para ter um coração puro que produz o amor de Deus, além de boa consciência e fé sincera, temos que começar pela sã doutrina. Pela verdade do evangelho. Pelo ensinamento correto.

Sem isso, todo o resto ficará estragado.

O ciclo piedoso

Cada vez mais firme!

FirmezaO ciclo vicioso conhecemos, como algo que piora cada vez mais e se alimenta de mal a mal. O cristão conhece o ciclo piedoso.

O meu coração está firme, ó Deus, bem firme; eu cantarei hinos em teu louvor. Acorde, meu coração!
Salmo 108. 1 NTLH

O dia de domingo é o dia para reunir-se com a família de Deus, em volta da mesa do Senhor. O coração firme não considera outra opção, a não ser a de celebrar a bondade de Deus no meio do seu povo.

Ao mesmo tempo, na reunião e na ceia do Senhor o coração se desperte mais ainda para Deus e se aproxima dele, encontrando motivo para ser um de seus agentes no mundo para o evangelho.

Sacrifí­cios que agradam

Salmo 51.17: Que tipo de coração agrada a Deus?

Os sacrifí­cios que agradam a Deus são um espí­rito quebrantado; um coração quebrantado e contrito, ó Deus, não desprezarás”.
Salmo 51.17

Por todas as diferenças entre os dois Testamentos, Deus sempre queria a mesma coisa: um relacionamento com as pessoas, por meio de uma mudança de atitude e obediência.

O coração quebrantado não é “esmagado” ou apenas triste, como algumas versos colocam, mas, como traduz a Bí­blia na Linguagem de Hoje, “humilde e obediente”.

É o coração que percebe a dor que seu pecado causa para Deus.

É o coração despedaçado pela convicção de que seu próprio pecado custou a vida de Jesus.

É o coração determinado a obedecer a Deus em todas as coisas.

Que tipo de sacrifí­cio você está oferecendo a Deus?