A história mais comovente

1 Pedro 2.25: O apóstolo declara um propósito de vida do cristão.

Ele mesmo carregou em seu corpo, sobre a cruz, os nossos pecados. Ele fez isso para que nós pudéssemos morrer para os pecados e viver para a justiça. Foi pelas suas feridas que vocês foram curados. 1 Pedro 2.24 VFL.

De vez em quanto contam-se histórias comoventes de pessoas que se colocam em perigo, ou mesmo morrem, para salvar outros. Por exemplo, um juiz condenou seu amigo a pagar a multa máxima pelo seu delito, para, logo em seguida, descer do tribunal e pagar ele mesmo a multa que tinha acabado de aplicar no amigo. Continue lendo “A história mais comovente”

Seus pecados perdoados

Podemos ouvir Jesus falar no perdão também.

perdoadoFalar é fácil, difícil é fazer. Dizem. Mas quando Jesus durante a vida dele oferecia o perdão, ele falava sempre à sombra da Cruz.

Então Jesus disse a ela: “Seus pecados estão perdoados”.
Lucas 7.48 NVI

Palavras fáceis, aparentemente, e repetidas várias vezes às pessoas mais variadas. Jesus podia oferecer o perdão dos pecados, porque ele ia morrer por estes em breve. Todo perdão antes da Cruz visava o sacrifício de Jesus.

Às vezes, nem confissão nem declarações de arrependimento o Senhor não exigia.

Hoje, deste lado de Cruz em que vivemos, Jesus também oferece o perdão. Mas na sua ausência pessoal, ele deixou procedimentos, como fazer para termos certeza de que um dia ouviremos dos lábios dele as mesmas palavras que falou para a mulher pecadora.

Quais são estes procedimentos? Veja como são simples.

Deus não é nada para nós

Religiosos contra a vontade de Deus.

judeus negam Deus como rei

Mesmo na última hora, os judeus não falam a verdade. Mentem e manipulam o governador romano para conseguir o que querem.

Mas eles gritaram: “Mata! Mata! Crucifica-o!” “Devo crucificar o rei de vocês?”, perguntou Pilatos. “Não temos rei, senão César”, responderam os chefes dos sacerdotes.
João 19.15 NVI

Nem o imperador romano era o rei deles. Seu rei e deus eram sua própria ambição, a qual os levou a negar o Deus que diziam servir. Quem fala assim são os chefes dos sacerdotes e não um judeu qualquer. Eram os coordenadores do serviço no templo. Os líderes religiosos do povo de Deus. Eles deixam claro nesse momento que Deus não era nada para eles.

Quando nossa vontade entra em conflito com a vontade de Deus, quando nossa visão do reino contradiz o propósito divino, chegará momento em que negaremos o Deus a quem dizemos servir.

Acabou a História

O que resta é entrar no Reino.

A Cruz de CristoQuando caiu a União Soviética, um historiador de visão limitada, não podendo ver nenhum movimento significante após a Guerra Fria, escreveu um livro declarando o fim da História. Ele quase acertou.

Chegou a hora de ser julgado este mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo.
João 12.31 NVI

O ponto central da História é a Cruz de Cristo. A hora chegada era a crucificação de Jesus. Tudo antes caminhavam para ela. Tudo depois olhava de volta para ela.

O príncipe deste mundo, Satanás, está deposto. Fica mexendo e esperneando, ainda ganhando adeptos, mas está acabado.

Ele e os seus já receberam a sentença.

De certa forma, a História acabou. O Rei assumiu o trono e reina. Resta agora colocar-nos de baixo do seu Senhorio e chamar a todos a vir correndo para a sua proteção.

Pois o mundo está julgado.