Cumpridor da lei

Ninguém é perfeito. Mas ainda dá pra ser justo.

obediênciaAlgumas tradições religiosas dizem que é impossível cumprir a lei. E têm razão, da perspectiva do mérito humano que prova a sua bondade a Deus, pois “ninguém é perfeito”, como tantos gostam de falar. Porém, a falta da perfeição não significa que seja impossível de obedecer à lei.

Irmãos, não falem mal uns dos outros. Quem fala mal de seu irmão, e julga ao seu irmão, fala mal da lei, e julga a lei. E se você julga a lei, já não é cumpridor da lei, mas juiz dela.
Tiago 4.11 BND

Tiago espera que os cristãos sejam cumpridores da lei. Pessoas que “obedece[m] à lei”, conforme tradução da NTLH. Esta é a linguagem que ele usa, sem sentir nenhuma vergonha, sem pedir desculpas pela colocação.

Desta forma, devemos dar o devido peso às descrições de Zacarias e Isabel, pais de João, o imergidor: “E eram ambos justos diante de Deus, andando em todos os mandamentos e preceitos do Senhor sem repreensão” (Lucas 1.6).

Afinal, Jesus nos ordenou a buscar em primeiro lugar o Reino e a sua justiça (Mateus 6.33). Isso significa a mesma coisa de cumprir a lei. Significa obedecer aos mandamentos de Deus. Significa fazer a vontade do Pai (Mateus 7.21).

Não há como buscar o Reino sem buscar a justiça de Deus.

Pai justo, que eu confie em sua bondade para fazer toda a sua vontade, pelo poder dado a nós por meio do seu Espírito. Pois Jesus é a minha justiça. Amém.