Seu emprego está ruim?

Colossenses 3.23-24: Aqui a solução para quando não está feliz no emprego.

Chefe cruel? Condições precárias? Falta de treinamento? Horas extras não remuneradas? Salário baixo? Falta de valorizar o funcionário? Sem estabilidade no emprego?

Leia o que o apóstolo Paulo escreveu aos cristãos que eram escravos: Continue lendo “Seu emprego está ruim?”

Ação: Sacrificar-se

Romanos 12.1: Entregue tudo a Deus, sem reservas, sem esconder nada dele.

LER: “Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês” Rm 12.1.

PENSAR: A bondade de Deus nos inspira a oferecer a nossa vida a ele como sacrifício. Ele pode fazer conosco o que quiser. Passamos a pertencer totalmente a ele. Diferentes dos sacrifícios mortos de animais, somos sacrifícios vivos; fazemos tudo de modo consciente. Nossa oferta é racional. Ser agradável é ser sacrifício que Deus aceita. Continue lendo “Ação: Sacrificar-se”

Por causa do trabalho de Cristo

Filipenses 2.30: Quem está à altura para isso?

Em algumas circunstâncias, a qualidade e a virtude duma pessoa ficam muito evidentes pela extremidade da situação, o que foi o caso de Epafrodito, enviado pela igreja filipense para suprir as necessidades do apóstolo Paulo. Continue lendo “Por causa do trabalho de Cristo”

Bibliólatras

Se gostássemos da Bíblia, como muitos gostam do chocolate ...

desejo pela palavra de DeusChocólatras não conseguem imaginar a era antes do chocolate. Os europeus acrescentaram açúcar e leite à amarga bebida dos maias para torná-lo um doce ou sobremesa. Evidência recente sobre o valor do chocolate para a saúde deu mais justificava aos entusiastas para sua devoção.

Israel nunca experimentou o chocolate, mas apreciava alguns doces. O mel era um favorito. Mas mesmo o mel não podia comparar à palavra de Deus para os devotos.

Como são doces para o meu paladar as tuas palavras!
Mais que o mel para a minha boca!
Salmo 119.103 NVI

Se a lei de Deus foi tão preciosa assim para os judeus, quanto mais é a Escritura da nova aliança para os seguidores de Cristo!

Abramos a Bíblia com prazer e expectativa maior do que uma caixa de chocolates.

Sua palavra, ó Deus, é o sopro da vida, a alegria da alma, o prazer do paladar espiritual.

Segure este pensamento: O Criador quer falar comigo,/ Suas palavras uma festa, convite de amigo.

Afirmação chocante

Não dá para suavizá-la.

Os comentaristas tentam suavizar a afirmação de Paulo. Explicam que Lucas e outros companheiros dele deviam ter saído em suas próprias missões—e pode ser que tivessem saído mesmo. Dizem que Paulo esteja fazendo comentário geral sobre o mundo. Mas a afirmação continua chocante.

pois todos buscam os seus próprios interesses e não os de Jesus Cristo.
Filipenses 2.21 NVI

Somente Timóteo tinha uma preocupação genuína com o bem-estar dos filipenses. Mais ninguém.

Se escrevesse hoje, mudaria Paulo esta sua afirmação?

Provável que não.

Quem será, então, entre nós o Timóteo de nosso dia?

 

Não deixe meu sorvete derreter

Qual a minha razão fraca de não servir a Deus?

Quando na semana passada a polícia perguntou a uma motorista americana por que deixou o local do acidente que causara, ela respondeu: “Fui embora porque não queria que meu sorvete derretesse”.

Esta senhora está com suas prioridades no lugar certo! Afinal, estava quente naquele dia. (Mais de 40ºC.) Não importa que ela tinha batido em outro carro, causado danos materiais e—quem sabe—poderia ter deixado o outro motorista com ferimentos.

Mas o importante é não deixar o sorvete derreter.

A razão dela é fraca e parece absurda.

Mas também não são assim as nossas razões por negar ao Senhor nosso melhor serviço, nosso ser inteiro?

Nossas almas correm perigo duma eternidade distante de Deus—e estamos preocupados com o sorvete.

Nosso próximo anda em direção à destruição—e estamos rearrumando a quinquilharia na pratileira.

Hoje é o dia da salvação. O serviço de Deus nos chama. Quem responderá ao seu chamado?

“Amasias, filho de Zicri, (…) se apresentou voluntariamente para o serviço do Senhor” (2Cr 16.16 NVI).

Não seja devagar

Quanto mais esforço, mais progresso.

Como jogador de basquete no colégio, eu era devagar e por isso sentava no banco. Por mais que o treinador gritasse no meu ouvido, meu velocímetro não permitia uma agilidade maior.

A pessoa devagar no intelecto não avança como os mais capacitados. O QI é coisa fixa, dizem. Embora a mente possa fazer exercícios para melhorar, ela não muda seu nível de inteligência.

Não há muito o que se pode fazer com as limitações físicas e mentais, mas a lentidão espiritual é uma questão de vontade.

Gostaríamos somente que cada um de vocês demonstrasse o mesmo empenho em levar a esperança ao seu cumprimento até o fim, para que vocês não sejam lentos na compreensão, mas imitadores daqueles que, com a fé e a perseverança, se tornam herdeiros das promessas.
Hebreus 6.11-12 EP

Veja a conexão acima entre empenho, ou prontidão, e lentidão na espiritualidade. Quer avançar mais nas coisas do Espírito? Empenhe-se mais, esforce-se mais, dedique-se mais, e haverá maior progresso no serviço do Senhor.

Pois no sentido espiritual, lentidão significa morte.

Exclusividade e totalidade

Temor, amor, obediência, com tudo. É isso.

temor a DeusNo casamento o homem e a mulher deixam os interesses nas outras pessoas para se dedicarem exclusivamente e totalmente um ao outro. De forma semelhante, acontece o mesmo quando Deus é nosso Senhor. Assim foi também para Israel e as palavras de Moisés se aplicam bem ao povo de Cristo hoje:

Povo de Israel, escute o que o Senhor Deus exige de você. Ele quer que vocês o temam e sigam todas as suas ordens; quer que o amem e que o sirvam com todo o coração e com toda a alma.
Deuteronômio 10.12 NTLH

Muitos se dizem cristãos, muitos afirmam ter religião, mas tudo está em vão se não servem a Deus acima de todos os outros e com todo o seu ser. Simplesmente é uma mentira pensar que se possa conduzir sua vida como as outras pessoas e receber a aprovação de Deus.

Na verdade, como os israelitas fizeram, muitos brincam de religião. Não levam a sério a palavra de Deus. Não sabem a sua vontade. Impóe no Senhor as suas ideias. Carregam Deus no bolso para tirá-lo quando bem serve ao seu desejo. Talvez façam uma oraçãozinha de vez em quando, ou façam um boa ação numa hora ou outra a outrem, mas sua vida como um todo está dedicada a um ídolo de fabricação própria. Obedecem às leis de Deus que lhes são convenientes.

Então, a grande pergunta é: o versículo acima descreve a minha vida? Ou o parágrafo anterior?

Senhor Deus de Israel e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, faça com que eu descubra meus deveres para com o Senhor. Ensine-me a temê-lo e a amá-lo.