Servir e esperar

Paulo oferece excelente descrição da conversão.

pois eles mesmos relatam de que maneira vocês nos receberam, e como se voltaram para Deus, deixando os ídolos a fim de servir ao Deus vivo e verdadeiro, e esperar dos céus seu Filho, a quem ressuscitou dos mortos: Jesus, que nos livra da ira que há de vir.
1 Tessalonicenses 1.9-10

Paulo descreve a conversão dos tessalonicenses. Esta inclui a esperança da salvação eterna quando Jesus vier. Servir e esperar são dois aspectos importantes do Caminho. O servir é motivado pela segunda vinda de Cristo. O esperar é definido pelo Deus vivo que deu vida ao seu Filho e que também a dará a nós. Continue lendo “Servir e esperar”

Resistência espiritual

1 Tessalonicenses 1.3: Como não deixar a esperança vacilar?

Lembramos continuamente, diante de nosso Deus e Pai, o que vocês têm demonstrado: o trabalho que resulta da fé, o esforço motivado pelo amor e a perseverança proveniente da esperança em nosso Senhor Jesus Cristo. 1 Tessalonicenses 1.3

Quando a esperança está no Senhor Jesus, ela fica firme. Conseguimos perseverar apesar de todas as dificuldades. Os tessalonicenses sofreram perseguição, mas não deixaram que sua fé parasse, que seu amor esfriasse e nem que sua esperança vacilasse. Continue lendo “Resistência espiritual”

O que queremos, o que fazemos

1 Pedro 1.8-9: Amamos Jesus, sem vê-lo.

Mesmo não o tendo visto, vocês o amam; e apesar de não o verem agora, creem nele e exultam com alegria indizível e gloriosa, pois vocês estão alcançando o alvo da sua fé, a salvação das suas almas. 1 Pedro 1.8-9

Queremos vê-lo, mas não podemos, agora, ver o Senhor Jesus Cristo. Mas podemos amá-lo. Podemos segui-lo, andando nas suas pegadas, 1 Pedro 2.21. Continue lendo “O que queremos, o que fazemos”

Um dos dias do Filho do homem

Lucas 17.22: O futuro segura toda a nossa esperança.

Depois disse aos seus discípulos: “Chegará o tempo em que vocês desejarão ver um dos dias do Filho do homem, mas não verão.
Lucas 17.22

Geralmente, sentimos saudade do passado e dos nossos entes queridos. Falamos assim: “Se eu pudesse ter apenas uma hora com minha mãe novamente, como seria bom!” Tais expressões reconhecem como amávamos a pessoa e como ela deixou lacuna no nosso coração. Continue lendo “Um dos dias do Filho do homem”

Jesus ignorou as pessoas

Marcos 5.36: Faremos bem ignorá-las também.

Não fazendo caso do que eles disseram, Jesus disse ao dirigente da sinagoga: “Não tenha medo; tão-somente creia”. Marcos 5.36

Vamos acreditar no que as pessoas dizem, ou no que Jesus diz? O Senhor aceitou ir na casa de Jairo para curar sua filha. No caminho, veio a notícia da sua morte. As pessoas falaram a Jairo: “Não precisa mais incomodar o mestre” verso 35. Quer dizer, talvez curar Jesus podia, mas viam a morte como o fim das esperanças. Continue lendo “Jesus ignorou as pessoas”

Quem ama, compartilha

João 16.28: Jesus quer que a fé dos discípulos cresça.

Eu não gosto de surpresas. Não me envolva em algum plano sem me consultar. Quero saber o que vai acontecer, bem antes do fato. Fale comigo antes.

Não porque os discípulos tinham meu tipo de personalidade, mas porque eles eram seus amigos, Jesus falou com eles o que estava para acontecer. Continue lendo “Quem ama, compartilha”

O nome de Cristo esperança para todos

Mateus 12.21: A salvação continua chegando a todos.

Os tempos mudaram. Não porque estamos na era do pós-modernismo, nem porque vivemos a época da Internet, ou porque o terrorismo islâmico ameaça toda a estrutura social mundial. Os tempos mudaram porque Deus trouxe a era da esperança para todos. Continue lendo “O nome de Cristo esperança para todos”