Jesus espanta o medo

João 6.19-20: Jesus acalma mar, vento e mente perturbada.

Estava escuro já. O vento batia forte e o seu som devia dificultar qualquer conversa. As águas estavam agitadas. Os discípulos remavam fazia tempo. Quando Jesus aparece andando por sobre as águas, não o reconhecem. Pensam que seja fantasma. Continue lendo “Jesus espanta o medo”

Quando viram

João 20.20: O Jesus ressurreto resume a fé, a esperança e o amor.

Como reacender a alegria e as esperanças, depois de perdê-las?

“Tendo dito isso, mostrou-lhes as mãos e o lado. Os discípulos alegraram-se quando viram o Senhor” João 20.20.

A ressurreição de Jesus é a prova de tudo o que Deus propôs realizar pela humanidade. O Jesus ressurreto nos restaura a alegria de receber a dádiva de Deus e a esperança de um futuro dentro do seu propósito. Continue lendo “Quando viram”

A pausa que muda a vida

João 4.19: Quanto tempo esperou a mulher antes de falar essas palavras?

Lemos o texto bíblico direto, sem pausa, o diálogo como se tivesse um ritmo acelerado, sem sentir a dinâmica entre dois estranhos, um homem e uma mulher, um judeu e uma samaritana, ele em viagem e ela cumprindo os deveres da casa.

Se a palavra hebraica “Selá” significa “pausa” e se João tivesse costume de inserir este termo da poesia dos judeus em texto de prosa, imagino que ele a teria usado nessa narrativa sobre Jesus e a mulher samaritana. Especialmente, antes dessa frase dela. Continue lendo “A pausa que muda a vida”

Que contraste!

A opinião de um autor sobre a humanidade é bem diferente do que a de Deus.

Supostamente, o autor inglês, dr. Samuel Johnson, escreveu: “Detesto a humanidade, pois penso que sou um dos melhores dos homens, e sei quão ruim sou”.

Note o contraste neste verso bíblico com o ódio do dr. Johnson pela humanidade: Continue lendo “Que contraste!”

Ação: Amar

João 15.12: Ame de forma sacrificial ao irmão, para fazer-lhe o bem.

LER: “O meu mandamento é este: Amem-se uns aos outros como eu os amei” Jo 15.12.

PENSAR: O amor abrangente inclui os inimigos, Mt 5.48, mas visa de modo especial a família da fé. O amor não é sentimento, mas decisão de fazer o bem ao irmão. Cristo, como sempre, é nosso exemplo nisso. Continue lendo “Ação: Amar”

Ação: Adorar

João 4.24: Prepare-se mental e espiritualmente.

LER: “Deus é espírito, e é necessário que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade” Jo 4.24.

PENSAR: A adoração dos filhos de Deus tem de ser conforme o caráter dele, atos racionais revelados por ele. Nós não escolhemos como adorá-lo. Como Soberano, ele é que determina como nos chegaremos na sua presença. O necessário é o que ele requer de nós. Continue lendo “Ação: Adorar”

‘Não poderia fazer coisa alguma’

João 9.33: Jesus pode, porque é Filho de Deus.

Nota: Mudou-se, de ontem para hoje, a hospedagem do site. Favor nos informar se encontrar qualquer problema com o funcionamento do site. Esperamos que o site seja mais ágil. Aproveitamos para mudar também o tema, estaremos experimentando nos próximos dias, então não se assustem.


 

Quem é Jesus? De onde veio ele? Essas perguntas têm sido levantadas desde o início. E, com as perguntas, vieram as respostas, das mais diversas pessoas. Continue lendo “‘Não poderia fazer coisa alguma’”

Quem ama, compartilha

João 16.28: Jesus quer que a fé dos discípulos cresça.

Eu não gosto de surpresas. Não me envolva em algum plano sem me consultar. Quero saber o que vai acontecer, bem antes do fato. Fale comigo antes.

Não porque os discípulos tinham meu tipo de personalidade, mas porque eles eram seus amigos, Jesus falou com eles o que estava para acontecer. Continue lendo “Quem ama, compartilha”