Ação: Buscar

Mateus 6.33: Como fazer toda atividade servir a essa busca?

LER: “Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas” Mt 6.33.

PENSAR: Buscar significa prioridade, esforço máximo e foco definido. Implica em confiança em Deus de prover o necessário, ao se dedicar tempo à busca. O reino é colocar Deus acima de tudo, “primeiro em (1) importância, (2) tempo e (3) ênfase” (Coffman). A justiça é a prática da retidão, obediência à vontade divina. Buscar é verbo forte, intenso. Continue lendo “Ação: Buscar”

Ação: Temer

Mateus 10.28: Aprenda a temer a Deus conhecendo seu caráter e sua obra.

LER: “Não tenham medo dos que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Antes, tenham medo daquele que pode destruir tanto a alma como o corpo no inferno” Mt 10.28.

PENSAR: O temor a Deus é ponto de partida em toda a Bíblia, Dt 8.6, 1Pd 2.17, o princípio da sabedoria, Sl 111.10; Pr 1.7; 9.10. Inclui respeito, reverência e medo. Mostra-se temor pela obediência a Deus. É ligado ao juízo, Ap 14.7, ao louvor, Hb 12.28, e ao evangelismo, 2Co 5.11. Continue lendo “Ação: Temer”

Ação: Ensinar

Mateus 28.20: Torne-se apto, o mais rápido possível, de ensinar a verdade.

LER: “ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei” Mt 28.20.

PENSAR: O ensino é processo pelo qual se torna conhecida a vontade de Deus e todos os mandamentos de Cristo, contidos nas Escrituras. Pelo conhecimento destas, torna-se apto de ensinar, 2Tm 3.16-17. A matéria já é definida, e também o objetivo, o de obedecer a Cristo. Para aprender a atitude correta de temor a Deus é necessário ensinar, Sl 34.11; Pr 22.19. Continue lendo “Ação: Ensinar”

Ação: Servir

Mateus 23.11: O seguidor de Jesus procura oportunidades para servir.

LER: “O maior entre vocês deverá ser servo” Mt 23.11.

PENSAR: No corpo de Cristo, os valores são invertidos. A religião falsa procura títulos, posições e honras. O seguidor de Jesus procura oportunidades para servir, necessidades para satisfazer. Desejo de ser importante gera brigas; desejo de servir, a paz. Continue lendo “Ação: Servir”

Igrejas cheias de gente precisando de ajuda

Mateus 25.24-25: O que você está escondendo?

Igrejas ficam cheias de gente mas precisam de ajuda. Como uma congregação pode ter pessoas qualificadas e ficam pedindo e procurando quem pode servir e trabalhar? Continue lendo “Igrejas cheias de gente precisando de ajuda”

O nome de Cristo esperança para todos

Mateus 12.21: A salvação continua chegando a todos.

Os tempos mudaram. Não porque estamos na era do pós-modernismo, nem porque vivemos a época da Internet, ou porque o terrorismo islâmico ameaça toda a estrutura social mundial. Os tempos mudaram porque Deus trouxe a era da esperança para todos. Continue lendo “O nome de Cristo esperança para todos”

Fácil de entender, mas difícil de aceitar

Mateus 8.22: O evangelho exige rendição total.

O evangelho não é difícil de entender. Para muitos, é difícil de aceitar.

  • O evangelho exige a rendição ao Senhorio de Cristo.
  • Exige a submissão ao reino de Deus.
  • O evangelho nos chama a seguir a direção do Espírito, pelas Escrituras.

Continue lendo “Fácil de entender, mas difícil de aceitar”

Cristo presente para fazer algo acontecer

Mateus 1.23, 18.20, 28.20: Este evangelho tem um interesse especial no tema.

 

A presença de Deus e de Cristo em nossa vida não é um elemento inerte. Ele nos vem a fim de fazer mudanças e efetuar transformação. Deus vem até nós para trabalhar, e não para descansar.

Duas vezes no evangelho de Mateus, Cristo diz estar presente com seu povo, nas duas para a salvação de almas. Continue lendo “Cristo presente para fazer algo acontecer”

Tem gente que você precisa esquecer

Mateus 15.13-14: É ordem de Jesus isto.

deixar-infieis Como nos preocupamos com a opinião dos outros! Ainda mostramos os valores do mundo quando aplicamos na igreja a “inclusão social”, sem os critérios do Senhor Jesus Cristo.

Toda planta que meu Pai celestial não plantou será arrancada pelas raízes. Deixem-nos; eles são guias cegos. Se um cego conduzir outro cego, ambos cairão num buraco.
Mateus 15.13-14 NVI

Continue lendo “Tem gente que você precisa esquecer”

Nenhum crédito pelo conhecimento ou obediência

Mateus 16.17: Nenhum ponto extra pela obediência!

Pedro não tinha nenhuma razão para se gabar do seu conhecimento de Cristo, como o primeiro a responder corretamente. Ele não o descobriu sozinho.

Respondeu Jesus: “Feliz é você, Simão, filho de Jonas! Porque isto não lhe foi revelado por carne ou sangue, mas por meu Pai que está nos céus.”
Mateus 16.17 NVI

Mesmo ouvir o evangelho de Cristo é uma dádiva de Deus, pois vem por revelação divina.

É neste sentido o tweet de hoje: “A certeza que se sente no evangelho não gera orgulho, mas sim humildade. É produzida pela revelação de Deus, não pela pesquisa do crente”. (A Bíblia pode até chamar o arrependimento de algo que Deus concede, Atos 11.18).

Nada disso diminui a nossa responsabilidade. Mas se Deus não falasse, não poderíamos ouvir. Se não houvesse nenhuma revelação da mente de Deus, não poderíamos confessar a verdade de Cristo. Se não houvesse nenhuma santidade divina para ser vista e nenhum mandamento para obedecer, o arrependimento seria impossível.

Então, a responsabilidade continua nossa, mas não há nenhum crédito aplicado pela nossa resposta.

É verdadeiramente o evangelho da graça de Deus.