João consentiu

E quando minha ideia não bate com o plano de Cristo?

ObediênciaJesus sabe melhor do que eu. Tenho minhas ideias e acho que se deve proceder de certo modo. Mas o Senhor prossegue com a vontade do Pai.

Jesus, porém, lhe respondeu: “Por enquanto deixe como está! Porque devemos cumprir toda a justiça”. E João consentiu.
Mateus 3.15 BND

João tentou impedir Jesus de ser batizado, mas quando o Senhor insistiu com ele, desistiu da sua ideia e aceitou o que Jesus quis que ele fizesse.

Que eu faça assim como João.

A história é nossa

Jesus não apareceu do nada.

Plano de salvaçãoCada pessoa tem uma história, tanto familiar, como social, como membro da sua comunidade e do seu país. Jesus também tem sua história.

Esta é a lista dos antepassados de Jesus Cristo, descendente de Davi, que era descendente de Abraão.
Mateus 1.1 NTLH

Jesus teve uma história, fazia parte de um plano, apareceu no fim dos tempos, quando chegou, no relógio de Deus, no tempo certo. O Soberano não decidiu num belo dia enviar seu Filho ao mundo. Foi a conclusão de longo processo de preparação, para que pudesse ter o maior sucesso possível, no objetivo de salvar muitos.

Para quem conhece pouco do Antigo Testamento, a genealogia de Cristo parece uma lista enfadonha de nomes. Para quem entende, porém, que o Altíssimo estava trabalhando havia muito tempo em prol da humanidade, cada nome representa um passo importante em direção à redenção.

Para nós cristãos, essa bela história agora é nossa.

Do coração direto pra boca

A boca fala do que o coração está cheio.

PalavrasNo website “The Straight Dope” alguém pergunta porque começa a tossir quando limpa o ouvido com haste de algodão. A resposta: Os nervos do ouvido e da garganta são ramos de um única nervo grande, o vago, no cérebro. Ou seja, está tudo conectado. Quando mexe em um, o outro sente.

Mas o que sai da boca vem do coração. É isso que faz com que a pessoa fique impura.
Mateus 15.18 NTLH

Na fisionomia espiritual, o nervo do coração vai direto para a boca, tanto que os dois são usados como sinônimos (Provérbios 15.28; Eclesiastes 5.2). E geralmente, como o coração humano é mal, sai maldade da boca.

Ninhada de cobras venenosas! Como é que vocês podem dizer coisas boas se são maus? Pois a boca fala do que o coração está cheio.
Mateus 12.34

Quando aceitamos a palavra de Cristo, próxima de nós, as coisas mudam: “Porque nós cremos com o coração e somos aceitos por Deus; falamos com a boca e assim somos salvos” (Romanos 10.10).

Pequeninos

Texto: Mateus 18

Memorize: “Se alguém fizer com que um destes pequeninos que tem fé em mim peque, será melhor para essa pessoa que ela seja jogada no mar com uma enorme pedra amarrada no pescoço”. Mateus 18.6 VFL

A vida eterna importa mais do que qualquer outra coisa na vida (verso 8). Quem faz com que outro, mais frágil espiritualmente, e mais fraco na fé, perca esta vida será responsabilizado pelo que fez e sofrerá enormes consequências.

É possível fazer tropeçar pela arrogância (versos 1-5), e, de certa forma, pela omissão (versos 10-14) que deixa de confrontar e repreender (versos 15-17). Continue lendo “Pequeninos”

Esqueçam deles! (Mateus 15.14)

Texto: Mateus 15

Memorize: Ele respondeu: “Toda planta que meu Pai celestial não plantou será arrancada pelas raízes. Deixem-nos; eles são guias cegos. Se um cego conduzir outro cego, ambos cairão num buraco”. Mateus 15.13-14 NVI

O assunto: a tradição acima dos mandamentos de Deus. O alvo: os fariseus e os escribas. A questão: quebrar os mandamentos.

Quando essa comissão de Jerusalém acusou Jesus de desobedecer as tradições antigas, Jesus virou a mesa e acusou-os de desobedecer os mandamentos de Deus por causa das suas tradições. Na sua explicação a seguir, e no seu pronunciamento às multidões que a contaminação vem pelo que sai da boca e não pelo que nela entra, os discípulos viram como os fariseus e escribas ficaram profundamente ofendidos. Continue lendo “Esqueçam deles! (Mateus 15.14)”

Arriscado (Mt 10.16)

Texto: Mateus 10

Memorize: “Escutem! Eu estou mandando vocês como ovelhas para o meio de lobos. Sejam espertos como as cobras e sem maldade como as pombas”. Mateus 10.16 NTLH

Conhecemos o ato de enviar. Mandávamos cartas escritas com instrumentos mecânicos que passavam tinta em papel, enfiadas em envelopes e transportadas por caminhão e avião. Hoje, clicamos em “Enviar” para colocar uma mensagem eletrônica na caixa de entrada de um amigo. Enviamos, ou devemos enviar, de tempos em tempos, flores aos nossos amados. Continue lendo “Arriscado (Mt 10.16)”

Siga-me (Mateus 9.9)

Texto: Mateus 9.9-13

Memorize: “Saindo, Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria, e disse-lhe: ‘Siga-me’. Mateus levantou-se e o seguiu”. Mateus 9.9

Jesus fez discípulos olhando as pessoas nos olhos e chamando-as a um relacionamento radical, o qual significava abnegação e abandono, a fim de segui-lo. Na estrada e na casa, Jesus buscou as pessoas que sentiam necessidade, e lhes mostrou a cura para sua doença verdadeira. Continue lendo “Siga-me (Mateus 9.9)”

Sob autoridade (Mt 8.9)

Texto: Mateus 8.5-13

Memorize: “Pois eu também sou homem sujeito à autoridade e com soldados sob o meu comando. Digo a um: Vá, e ele vai; e a outro: Venha, e ele vem. Digo a meu servo: Faça isto, e ele faz”. Mateus 8.9 NVI

O soldado tem compromisso de manter a disciplina militar. Ele se compromete, segundo um site militar brasileiro, à “rigorosa obediência às leis, aos regulamentos, normas e disposições” e à “pronta obediência às ordens dos superiores”.

O setor militar é uma hierarquia. O treinamento garante que o recruta obedeça a seus superiores imediatamente, sem questionamento. Continue lendo “Sob autoridade (Mt 8.9)”

Pare de criticar (Mt 7.1-6)

Texto: Mateus 7.1-6

Memorize: “Não julguem os outros para vocês não serem julgados por Deus. Porque Deus julgará vocês do mesmo modo que vocês julgarem os outros e usará com vocês a mesma medida que vocês usarem para medir os outros”. Mateus 7.1-2 NTLH

A respeito do pregador do evangelho T.W. Brents, foi dito: “Para com o erro ele foi absolutamente sem misericórdia, mas não era assim para com as pessoas; um homem de caridade para com a fraqueza e fragilidade humana, mas ai daquele que ficou na sua frente para lutar por uma posição anti-bíblica!” Continue lendo “Pare de criticar (Mt 7.1-6)”