Ele creu

Considerem o exemplo de Abraão: “Ele creu em Deus, e isso lhe foi creditado como justiça”.
Gálatas 3.6

Parece fácil, não é? Creu e pimba! Deus o aceitou. Nada de obras para tentar ganhar a aprovação divina.

Quem conhece a história de Abraão sabe que não é bem assim.

Quando Deus o chamou, o patriarca tinha que deixar sua pátria e sua famí­lia para sair para um local desconhecido.

Quando o Senhor prometeu um filho, ele tinha que ficar décadas soprando as faí­scas da sua confiança.

Quando o Soberano o exigiu que oferecesse seu filho da promessa e matá-lo num altar, Abraão não hesitou, mas obedeceu. Cegamente.

Deus não aceita a quem, apesar de crer que ele existe, não acredita que ele recompensa quem o busca (ler Hebreus 11.6).

Uma fé qualquer não resolve.

Tem que ser a fé de Abraão.

É essa que você tem?

(A seguir, leia uma reflexão por trás da meditação.)
Continue lendo “Ele creu”

Encontrarão

O amor e a fidelidade se encontrarão; a justiça e a paz se beijarão.
Salmo 85.10

“Tudo se encaixou perfeitamente”. Assim dizemos quando um projeto dá certo ou as condições para determinado esforço foram favoráveis.

Para quem teme a Deus, tudo se encaixa perfeitamente. O favor do Senhor está conosco. Suas qualidades, personificadas no verso acima, se juntam num grande encontro alegre para despejar sobre seu povo sua bênção.

Essa cena é que nos leva ao arrependimento (versos 1-7), deixando de tocar a própria vida para confiar no Senhor (verso 8).

Neste momento está marcado o grande encontro quando tudo se encaixa.