Ação: Dar

Atos 20.35: Aqui é satisfação maior, segundo o próprio Jesus.

LER: “Em tudo o que fiz, mostrei-lhes que mediante trabalho árduo devemos ajudar os fracos, lembrando as palavras do próprio Senhor Jesus, que disse: ‘Há maior felicidade em dar do que em receber’” At 20.35.

PENSAR: A oferta dominical é apenas reflexo de uma vida marcada pela generosidade e pela disposição de dar. É um dos verbos mais associados com Deus, Lc 11.13; Jo 3.16; Rm 8.32; Tg 1.5. E com seu povo, Pr 20.26; Mt 5.40, 42; Lc 6.38; Rm 12.20. Aqui é satisfação maior. Continue lendo “Ação: Dar”

Nada de comunismo e sim liberalidade

Atos 5.4: As palavras de Pedro a Ananias e Safira mostram que o cristianismo nada tem a ver com o comunismo.

Alguns tentam justificar o comunismo com afirmações de que o cristianismo do primeiro século fosse uma forma de comunismo, pois tinham tudo em comum em Jerusalém. Mas não foi bem assim. Continue lendo “Nada de comunismo e sim liberalidade”

‘O carioca é preguiçoso’

Se pode neles, pode em vocês.

No Brasil existe, em maior ou menor grau, sentimentos competitivos entre as populações dos estados e preconceitos a respeito da cultura de cada região. Chega a ouvir afirmações absurdas sobre a preguiça do carioca ou o capitalismo do paulista.

Na antiguidade, tais sentimentos eram mais agudos. Ao longo dos séculos, existia animosidade entre os vizinhos da Acaia (Grécia) e da Macedônia. Os gregos, segundo Demóstenes, consideravam os macedônios como bárbaros. Filipe II e seu filho Alexandre Magno (foto) uniram os dois povos politicamente, mas não acabaram com as rivalidades.

Irmãos, queremos que vocês saibam o que a graça de Deus tem feito nas igrejas da província da Macedônia.
2 Coríntios 8.1 NTLH

Mesmo durante o império romano, preconceitos e animosidades ainda existiam entre as regiões e províncias. E para cristãos duma região (os coríntios eram gregos) que se considerava o centro intelectual e artístico do mundo, o apelo ao exemplo duma região vizinha bárbara seria, de certa forma, um tapa no rosto para o esnobismo coríntio.

Se a graça de Deus tinha feito tão grandes feitos nos macedônios, o que ele poderia fazer nos coríntios?

Deus de todos os povos, que eu consiga ver a sua graça atuando nos santos em outros lugares, atuação esta que me inspira a obras no reino ainda maiores que já realizei.