Servir e esperar

Paulo oferece excelente descrição da conversão.

pois eles mesmos relatam de que maneira vocês nos receberam, e como se voltaram para Deus, deixando os ídolos a fim de servir ao Deus vivo e verdadeiro, e esperar dos céus seu Filho, a quem ressuscitou dos mortos: Jesus, que nos livra da ira que há de vir.
1 Tessalonicenses 1.9-10

Paulo descreve a conversão dos tessalonicenses. Esta inclui a esperança da salvação eterna quando Jesus vier. Servir e esperar são dois aspectos importantes do Caminho. O servir é motivado pela segunda vinda de Cristo. O esperar é definido pelo Deus vivo que deu vida ao seu Filho e que também a dará a nós. Continue lendo “Servir e esperar”

Sacrificando pessoas, beijando ídolos

Oséias 13.2: Ironia de como são tratados os objetos e as pessoas.

Será que a raça humana está piorando cada vez mais? Que a nossa geração é mais imoral do que as anteriores?

Qualquer que seja a resposta, não devemos pensar que o homem antigo fosse mais espiritual ou inocente do que as pessoas modernas. Reclamamos que hoje se valoriza coisas e despreza as pessoas. Não foi diferente na antiguidade. Continue lendo “Sacrificando pessoas, beijando ídolos”

Quando olharem para os céus

Deuteronômio 4.19: Olhemos além do céu.

olhar-ceu

O que é visível chama a nossa atenção. Desde cedo, o homem trocou o Deus invisível pelas coisas criadas, especialmente os luminares no céu. Esta troca continua hoje, até em coisas como o horóscopo, que admite que a vida é controlada pelos astros. Continue lendo “Quando olharem para os céus”

Recompensas e confiança

Uma visão de Mateus 6.

No centro do discipulado estão as motivações corretas e o serviço exclusivo. Os pagãos escolhem a multidão e o materialismo, mas os discípulos buscam aprovação divina e confiam na providência divina. A essência da hipocrisia é uma religião praticada para impressionar o homem. Deus aprova a discrição e a simplicidade como marcas da verdadeira fé.

E seu Pai, que vê em secreto, o recompensará.
Mateus 6.18b NVI

A confiança em Deus pelo pão diário acaba com a pressão de tentar garantir o próprio futuro. A preocupação deixa de preocupar. Os que buscam em primeiro lugar o reino de Deus recebem de lambuja as necessidades físicas básicas da vida, porque têm a cabeça no lugar certo, para viver corretamente em relação a Deus.

De ti, o Deus, nós dependemos e de ti buscamos a aprovação. Damos graças pela sua fidelidade e pelas suas promessas em Cristo.

Segure este pensamento: Pratique o bem para aprovação de Deus e o sirva exclusivamente.

Idolatria é mais do que madeira e pedra

Os piores são os invisíveis

IdolatriaA idolatria não é apenas uma prática pagã, de levantar objetos de madeira, pedra ou metal e curvar-se perante eles. O coração abriga seus próprios ídolos invisíveis.

A lista dos pecados óbvios que Paulo enumera em Gálatas é tão atual hoje como no dia em que escreveu:

Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti: Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.
Gálatas 5.19-21 NVI

Paulo também chamou a ganância de um ato idólatra (Colossenses 3.5). O que ganha uma lealdade maior do que Deus é um ídolo. O que recebe a maior parte do nosso tempo, dinheiro, energias e desejos é um ídolo. Paulo inclui “coisas semelhantes” porque os ídolos são praticamente ilimitados em número.

O coração não pode ser dividido entre Deus e outra coisa. Deus não aceita concorrência. Ele é ciumento, como o solucionador supremo dos problemas humanos e o amante eterno da sua criação.

Meu coração tem lugar para apenas Um, ó Deus, para o Senhor. O Senhor é tudo para mim.

Segure este pensamento: Criamos ídolos porque não conseguimos esperar em Deus.

Perdidamente

Qual o seu ponto fraco?

idolatria de SalomãoQual é o seu ponto fraco? Se você não sabe qual é, é garantido que o diabo sabe. E trabalha para afastar você de Deus por meio dele.

Salomão, porém, se enamorou perdidamente por elas.
1 Reis 11.2 EP

Para o rei Salomão, seu ponto fraco foi as mulheres. Casou-se com 700 princesas e 300 concubinas. Foram elas que o levou à idolatria (v. 3). Mas mesmo sabendo da proibição de Deus e do aviso que as mulheres estrangeiras influenciariam para adotar a idolatria, ele fez mesmo assim.

No ponto em que você se enamora perdidamento por algo, será conduzido a abandonar o caminho de Deus. E as consequências virão, como seguiram na vida e no reino de Salomão.

 

Por um par de sapatos

Gastou a grana. Resolveu?

o que satisfazUm par de sapatos. Um jet-ski. Uma viagem ao exterior. Um ingresso para ver a última banda de roqueiros. Compramos e compramos e não estamos satisfeitos. Trabalhamos horas a fio para providenciar coisas materiais e gastar em nulidades.

Por que gastar dinheiro naquilo que não é pão e o seu trabalho árduo naquilo que não satisfaz? Escutem, escutem-me, e comam o que é bom, e a alma de vocês se deliciará na mais fina refeição.
Isaías 55.2 NVI

Isaías não está criticando as compras de coisas não essenciais, mas sim a idolatria das coisas materiais, das coisas que não têm condições de satisfazer o espírito.

O que satisfiz é o conhecimento de Deus. Mas estamos sentados em carteiras de outra escola. O que alegra hoje e amanhã e depois de amanhã se encontra somente na loja de artigos da fé. Mas gastamos os esforços e dinheiro no Shopping Agora e no Mercado das Emoções Fortes.

E ainda questionamos porque andamos tão insatisfeitos e chateados.

Esaú vendeu sua herança por um prato de comida.  Vai vender a sua alma por um par de sapatos?

Pai, faça-me entender que as coisas deste mundo me deixam frustrado e vazio. Dê-me o pão que vem do céu.