Ação: Fugir

1 Coríntios 6.18: Evite situações de tentação potencial, saia delas abruptamente.

LER: “Por isso, meus amados irmãos, fujam da idolatria” 1Co 10.14.

PENSAR: Paulo usa o verbo fugir no sentido de “deixar de fazer algo, evitando-o, por causa do dano potencial, fugir de, evitar, afastar-se de” (BGAD). Além da idolatria, o santo foge de imoralidade sexual, 1Co 6.18 (porque esta “nunca está certa” 1Co 6.13 NBV), “tudo isso” (amor ao dinheiro etc.), 1Tm 6.11, “desejos malignos da juventude” 2Tm 2.22. Esta fuga permite a busca das virtudes de Cristo, 1Tm 6.11. Tal fuga lembra de José, Gn 39.12. O pecado deve ser tratado com seriedade. Continue lendo “Ação: Fugir”

Nem fale no assunto

Conversa fiada pode amarrar a gente.

indiretasQuando comecei a pregar em tempo integral, eu e a esposa fizemos amizade com um casal jovem, recém-convertido, da nossa mesma idade. Eram frequentes as nossas visitas na casa deles nos domingos à noite. A esposa desse casal tinha hábito de fazer umas brincadeiras e falar umas indiretas sexuais comigo. Inexperiente como eu era, eu as ignorava ou desviava do assunto. (Hoje, eu a confrontaria e mostraria que não é assim que fala um cristão.)

Alguns anos mais tarde, ficamos sabendo que ela tinha cometido adultério, tinha se divorciado e tinha se casado com outro.

Entre vocês não deve haver nem sequer menção de imoralidade sexual nem de qualquer espécie de impureza nem de cobiça; pois estas coisas não são próprias para os santos.
Efésios 5.3 NTLH

A NTLH diz que assunto dessa natureza “não pode ser nem mesmo assunto de conversa” entre os cristãos. Pois nunca se sabe para onde vai levar uma conversa.