Não somos objetivos sobre nós mesmos

2 Coríntios 10.18: Não temos condições de nos declarar bons.

A opinião que se tem a respeito de si próprio não tem efeito positivo no destino eterno. Não importa o que eu penso de mim mesmo. Tais opiniões geralmente aprovam a conduta, mas isso não significa que o Senhor aprova. Ele não carimba nossas conclusões a nosso próprio respeito. Continue lendo “Não somos objetivos sobre nós mesmos”

Até encontrar

2 Timóteo 1.16-18: Paulo usa o mesmo termo duas vezes sobre o que este homem encontra.

Antigamente, um filho meu fingiria fazer um esforço de obedecer-me em alguma coisa. Depois, voltava e protestava que tentou mas não conseguiu fazer. Tudo encenação.

Há gente que finge fazer esforço no reino de Deus para depois protestar que está difícil demais. Mas um homem fez o esforço até conseguir. Continue lendo “Até encontrar”

Ação: Julgar

João 7.24: Cristo ordena que julguemos bem.

LER: “Parem de julgar pelas aparências e julguem com justiça” Jo 7.24 NTLH.

PENSAR: Cristo condena o espírito crítico, Mt 7.1ss, e ordena que consideremos as coisas—e ele próprio—da perspectiva correta. Ele elogia quem julga bem, Lc 7.43. Temos de ter bom critério, o de Deus. O mundo tem opiniões distorcidas. O cristão tem a mente de Cristo, 1Co 2.16. O problema não é julgar, mas de julgar de forma errada. Continue lendo “Ação: Julgar”

Consciência limpa perante a ressurreição

Atos 24.15-16: O juízo motiva para a vida correta.

juizo

As motivações são muitas para a vida em Cristo. Uma forte motivação é o retorno de Cristo e o juízo final. Paulo indicou tal em seu sermão perante o governador Félix: Continue lendo “Consciência limpa perante a ressurreição”

Na festa sem roupa

O convite de Deus é gratuito — e exigente.

Deus deixa qualquer um entrar no reino dele, mas não permite que entre de qualquer jeito.

Quando o rei entrou para ver os convidados, notou um homem que não estava usando roupas de festa e perguntou:
—Amigo, como é que você entrou aqui sem roupas de festa?
Mas o homem não respondeu nada. Então o rei disse aos empregados:
—Amarrem os pés e as mãos deste homem e o joguem fora, na escuridão. Ali ele vai chorar e ranger os dentes de desespero.
E Jesus terminou, dizendo:
—Pois muitos são convidados, mas poucos são escolhidos.
Mateus 22.11-13 NTLH

Ficar sem a roupa apropriada na festa significa estar sem o preparo necessário — fé e obediência — que o Senhor requer.

Quem vai assim ficará sem resposta quando o Juiz perguntar. Pois não existe desculpa que justifique nossa falta de retidão na nossa vida em Cristo.

Mais do que aceitar o convite de Deus, é necessário adequar a nossa vida conforme o padrão dele.

“O convite de Deus é gratuito, mas é também exigente” (TEB).

Pai, prepare-me para não somente aceitar, mas viver digno do evangelho.

Segure essa ideia: O Rei convida à farta mesa, / Prepare-se já! Não haja surpresa.

A regra sem exceção

Temos que saber qual regra é essa.

JuízoFala-se com frequência da exceção que prova a regra. A afirmação é mal entendida e mal usada, para justificar a fuga da regra. Um esperto cunhou a regra: “Todas as regras têm exceção, menos a Regra da Exceção”. Mas tem regra sem exceção:

Quem cometer injustiça receberá de volta injustiça, e não haverá exceção para ninguém.
Colossenses 3.25 NIV

Ninguém fugirá do juízo justo de Deus. Não haverá justificativas, nem qualificações, nem circunstâncias atenuantes.

Por isso, no capítulo 3, tem atitudes que devemos fazer morrer (parar) e outras que devemos vestir (practicar), pois Deus julgará segundo as obras de cada um.

A culpa do povo de Deus

Assim diz o Senhor: “Por três transgressões de Judá, e ainda mais por quatro não anularei o castigo. Porque rejeitou a lei do Senhor e não obedeceu aos seus decretos, porque se deixou enganar por deuses falsos, deuses que os seus antepassados seguiram, porei fogo em Judá, e as chamas consumirão as fortalezas de Jerusalém”.
Amós 2.4-5 NVI

Depois de declarar o castigo divino sobre Damasco, Gaza, Edom, Amom e Moabe, o profeta Amós se volta a Judá e Israel, que, como seus vizinhos pagãos, também serão alvo do juízo de Deus. Continue lendo “A culpa do povo de Deus”