Vocês, orem assim

Mateus 6.9: Jesus veio nos ensinar o caminho do Pai, o caminho ao Pai.

Vocês, orem assim: “Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome”. Mateus 6.9

O sermão do monte foi o grande ensino de Jesus—o seu grande ato—bem no início do seu ministério. Suas curas recebem um parágrafo; seu ensino, três capítulos. Seu ministério foi caracterizado pela instrução. Jesus veio ensinar o caminho do Pai, o caminho ao Pai. Continue lendo “Vocês, orem assim”

Ação: Apegar-se

2 Tessalonicenses 2.15: Não fale mais do que a Bíblia fala, nem menos do que ela fala.

LER: “Portanto, irmãos, permaneçam firmes e apeguem-se às tradições que lhes foram ensinadas, quer de viva voz, quer por carta nossa” 2Ts 2.15.

PENSAR: Sem a viva voz apostólica, temos os escritos sagrados no NT. As tradições são os ensinos que Cristo deu aos apóstolos e profetas no Iº Séc. Não se deve ir além do que está escrito, 1Co 4.6, acrescentar à palavra de Deus nem dela tirar, Dt 4.6; Pr 30.6; Ap 22.18-19. O que foi transmitido pelos apóstolos deve ser praticado exatamente, 1Co 11.2. Continue lendo “Ação: Apegar-se”

Sempre tem retorno

Perdeu o caminho? Veja como voltar.

como ser cristãoPor mais longe o desvio da prática da fé, sempre tem retorno, tem conserto, tem como restaurar a fé. Os coríntios, que tinham uma reunião que fazia mais mal do que bem, poderiam corrigir isso de um domingo para outro, seguindo esse conselho:

Porque eu recebi do Senhor este ensinamento que passei para vocês: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, pegou o pão e deu graças a Deus.
1 Coríntios 11.23-24 NTLH

“Receber” e “passar” são termos de tradição, algo passado de um para outro. O que importa é a tradição de Cristo e não a dos homens. Aqui Paulo volta às origens da ceia para corrigir os erros. Ele remonta ao princípio para os coríntios descobrirem como fazer na prática.

E assim fazemos em todas as coisas de Deus. Para cumprir o propósito original de Deus para a igreja, precisamos retornar ao princípio, aos documentos originais, isto é, o Novo Testamento, para seguir os mandamentos encontrados nele, para reproduzir os exemplos que ele nos deixa, para nos basear no modelo que é o próprio Novo Testamento em todas as coisas referentes à fé, à prática cristã, à missão divina.

Por mais longe que sua prática tem se desviado, sempre tem retorno: rejeite as tradições humanas, para ouvir e receber as tradições de Cristo.

O caminho de volta está claro; resta saber se a disposição está presente.