Quem passará?

Passe por aqui, pode sim.

da morte para a vidaMarcamos as grandes passagens da vida com cerimônias solenes ou celebrações alegres. Festa de 15 anos, formatura da faculdade, casamento, bodas de ouro. São momentos importantes que merecem ser notados e celebrados. Uma passagem da vida que deve ocorrer com todos, porém, é experimentada por poucos, e isso porque recusam.

Eu lhes asseguro: Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não será condenado, mas já passou da morte para a vida.
João 5.24 NVI

As pessoas deste mundo nem reconhecem que existe a passagem da morte para a vida. Chamam práticas mortais de aproveitamento da vida. Pensam que a imoralidade e a perversidade significam ter vida. São mortos, porém, em seus pecados.

Jesus garante a passagem e a ponte. A vida é conhecer o Pai, receber dele o novo nascimento na família divina.

A ponte é a fé, palavra essa que resume toda a resposta humana à bondade do Criador. Inclui o arrependimento e a imersão na água como a divisória entre as trevas e a luz, a morte e a vida, entre a condenação e a purificação dos pecados (ver Atos 2.38).

A fé significa assumir o Senhorio de Cristo, a paternidade do Pai celestial, o fortalecimento do Espírito Santo.

A fé significa confessar a dependência total em Deus, assumir o projeto divino na terra, colocar-se à disposição do Senhor a cada momento da vida.

A fé começa e termina pelo ouvir a palavra de Jesus.

Passar numa prova, numa faculdade, não fará, no final, tanta diferença. Ter uma festa, casar-se, conseguir aquele emprego são coisas, em si, indiferentes. Mas não passar da morte para a vida acarreta sofrimento eterno, remorso inextinguível.

Você já passou da morte para a vida?