Sim, você!

Provérbios 22.19: A razão de todo o ensino!

Ontem, nos versículos anteriores ao de hoje, lemos a recomendação de escutar aos conselhos do sábio. Hoje, descobrimos a importância de aceitar o ensino dele.

Quero hoje ensinar você — sim, você — para que a sua confiança esteja no Senhor.
Provérbios 22.19 BND

#1. O objetivo não é apenas o de se dar bem na vida e ter sucesso nos empreendimentos, e muito menos para satisfazer a curiosidade, mas sim confiar em Deus. (Ver 3.5.) Salomão procura aproximar o leitor de Deus. No verso, por trás do termo: “Senhor”, é o nome Javé, pelo qual ele é conhecido por seu povo.

De fato, no trecho dos versos 17-21, uma unidade literária que introduz uma nova seção do livro, há 36 palavras e o nome de Deus é a décima-oitava palavra, exatamente no meio do trecho. Por meio desta técnica, o autor ressalta a importância do objetivo na pessoa de Deus.

#2. O interesse é pessoal. Há ênfase na palavra “você”. Cada pessoa deve se colocar no lugar desse “você”. O autor não está interessado em se tornar grande mestre, mas quer produzir um bom resultado no seu leitor. O foco é quem recebe o ensinamento. Ele muito bem ter falado, pois é o sentido da frase: Eu quero que hoje você aprenda isso”.

#3. Neste ensino há urgência. Ele quer que o ensino aconteça “hoje”. Para muitas coisas, devemos esperar. A paciência é uma virtude. Mas para que haja ensino sobre o Senhor, hoje é o dia, antes que seja tarde.

Aprender e ensinar, para que tanto o aluno como o mestre, te conheçam, ó Deus, que assim seja!

Segure essa ideia: Para confiar no Senhor é preciso aprender.