Não é parábola coisa nenhuma

Acho que não ouvi direito ...

Palavra de CristoQuando a palavra de Cristo não bate com a nossa ideia, logo pensamos que ela queria dizer outra coisa. Afinal, nossa ideia está correta!

Então Pedro disse a Jesus: «Explica-nos a parábola.»
Mateus 15.15 EP

No capítulo 13 Jesus explicava tudo às multidões por meio de parábolas, sem as quais não ensinava nada. Agora, o Senhor faz uma declaração direta e clara. Pedro, porém, não entende, porque contradiz tudo o que ele tinha aprendido. Ele pensa que, se discorda da opinião dele, deve ser então uma parábola, com outro significado além do óbvio.

Por isso, pede ao Senhor uma explicação da parábola, quando não é parábola coisa nenhuma.

E fazemos o mesmo. Quando a palavra de Cristo não se encaixa em nossa teologia, então, ela tem de ser figura de linguagem, ou limitada à época, ou uma inserção dos discípulos posteriores e não genuína. Qualquer coisa além de palavra que nos contradiz!

 

O chupa-cabra das palavras

Palavras são poderosas, fazem grande efeito.

palavras poderosasSubestima-se o poder e o efeito das palavras hoje. A hipocrisia e a incoerência viraram o chupa-cabra das palavras. Dizem os céticos que o falar é fácil, mas o desafio é o fazer. Não estão sem a razão, mas nem por isso é tão fácil falar bem e efetuar grandes realizações por meio das palavras.

E Jesus disse ainda: —Eu digo isso para que vocês não abandonem a sua fé.
João 16.1 NTLH

Jesus tem palavras conservadoras, que fazem com que não percamos a fé. Suas palavras divinas e inspiradas transformam a alma e preservam o propósito de Deus dentro do coração.

E quando usamos as palavras dele, quando suas verdades se tornam nossas, as nossas palavras também poderão ter grande efeito para o bem, para conduzir as pessoas à eternidade.

Parte do poder das palavras de Jesus era falar aos discípulos o que viria a acontecer no futuro. Ele predizia seu sofrimento, a vinda do Espírito Santo, sua ida para o lado do Pai. E nos diz também o que ocorrerá: sofrimentos pelo Reino, frutos que permanecem, a vinda dele para nos levar para o céu.

O chupa-cabra não existe, você sabia? E as palavras, especialmente as de Jesus, continuam tendo o mesmo poder de sempre.