A história mais comovente

1 Pedro 2.25: O apóstolo declara um propósito de vida do cristão.

Ele mesmo carregou em seu corpo, sobre a cruz, os nossos pecados. Ele fez isso para que nós pudéssemos morrer para os pecados e viver para a justiça. Foi pelas suas feridas que vocês foram curados. 1 Pedro 2.24 VFL.

De vez em quanto contam-se histórias comoventes de pessoas que se colocam em perigo, ou mesmo morrem, para salvar outros. Por exemplo, um juiz condenou seu amigo a pagar a multa máxima pelo seu delito, para, logo em seguida, descer do tribunal e pagar ele mesmo a multa que tinha acabado de aplicar no amigo. Continue lendo “A história mais comovente”

O Filho protege os filhos

1 João 5.18: Não enfrentamos sozinhos o Maligno.

Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não está no pecado; aquele que nasceu de Deus o protege, e o Maligno não o atinge.
1 João 5.18

João conclui a sua primeira carta com três verdades que os cristãos sabem. A primeira: Deus protege seus filhos. Eles não enfrentam sozinhos a oposição. O poder de Deus nos deixa certos do sucesso. Continue lendo “O Filho protege os filhos”

Que nada me separe de Deus

2 Samuel 22.22: Que a afirmação do rei Davi seja nossa.

Tenho o cuidado de viver como o Senhor quer que eu viva. Por isso, eu não fiz nada que pudesse me separar de Deus.
2 Samuel 22.22 VFL

No seu cântico de vitória, Davi celebra o livramento que o Senhor lhe deu, de Saul e de todos os seus inimigos. O Senhor lhe recompensou pela sua conduta justa, v. 21.

Davi rejeitou o mal. O mal separa de Deus. Representa uma virada contra ele. É o abandono da sua presença.

Tenho cometido pecados que me separam de Deus?

  • Tenho abandonado as reuniões da sua família?
  • Tenho negligenciado a leitura e a meditação da sua palavra?
  • Tenho me esquecido de orar?
  • Tenho deixado de falar da verdade do evangelho para todos?
  • Tenho permitido que a sensualidade, a avareza ou a desonestidade tomem conta da minha vida?
  • Tenho recusado a confiar nos cuidados do Senhor?

Ou o mal nos afastará de Deus, ou Deus nos afastará do mal.

Senhor, quero sempre andar na sua presença, nos seus caminhos. Perdoe-me as ofensas e lave-me dos pecados, para que eu possa permanecer perante o Senhor.

Pecados que eu cometo sem saber

Salmo 19.12: A ignorância que não condena.

Quem pode conhecer todos os seus erros?
Perdoe os pecados que eu cometo sem saber.
Salmo 19.12 VFL

Somente Deus é onisciente. Não podemos nos conhecer a nós mesmos por completo. Precisamos da sua direção e discernimento, vv. 7-11. A lei de Deus nos informa e identifica em nós as faltas. É importante saber o que não sabemos. Continue lendo “Pecados que eu cometo sem saber”

Tempos terríveis

Quais são estes tempos terríveis? Como reconhecê-los?

Saiba disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis.

O apóstolo Paulo prepara seu filho na fé, Timóteo, para o pior. Os últimos dias já chegaram (desde o primeiro século!). Os tempos terríveis invadiram a própria igreja por causa dos pecados das pessoas, 2 Tim 3.2-4.

Timóteo tem de saber lidar com tais pessoas, v. 5. Precisa saber como reconhecê-las, v. 5, e quais são suas táticas, v. 6-7. O que estão fazendo é isto (ver v. 8), mas seu alcance terá seus limites, v. 9.

Compreender nosso tempo (“Saiba disto”) nos dará condições de lidar com ele e nos impedirá de cair na mentalidade de que não há nada que se possa (ou deva) fazer.

Quais sinais dos tempos terríveis você está vendo?

Deus soberano, parece-nos um dilúvio de devassidão, uma avalancha de maldades e avareza. Dá-nos força para resistir aos tempos terríveis e sabedoria para lidar com eles.

O Cordeiro de Deus

João 1.29: Para receber o perdão, precisamos ver o Cordeiro.

No dia seguinte João viu Jesus aproximando-se e disse: “Vejam! É o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” João 1.29

Num dia João afirma não ser o Messias, e no outro ele aponta Jesus como o Enviado de Deus. Diz que seu trabalho existia para revelá-lo a Israel, v. 31. O trabalho de Jesus, porém, não seria limitado ao povo judaico. Ele nasceu entre os judeus, trabalhou entre eles, foi morto por eles, mas sua obra visava tirar o pecado do mundo, de toda a humanidade. Continue lendo “O Cordeiro de Deus”

Para não pecar, mas se pecar?

1 João 2.1: Evitemos o pecado. Recorramos a Jesus quando pecamos.

Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não pequem. Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo. 1 João 2.1

Havia na igreja gente que fazia pouco caso do pecado. Evidentemente, pensavam que estavam acima da preocupação de tirar e manter o pecado fora da sua vida. Na sua primeira carta, João escreveu muito mesmo sobre a necessidade de não viver pecando. Ele anda com sucesso entre dois erros: afirmar não ter pecado e desprezar a luta contra o pecado. Continue lendo “Para não pecar, mas se pecar?”

Melhor não ter nascido

Marcos 14.21: Qual o propósito da vida?

O Filho do homem vai, como está escrito a seu respeito. Mas ai daquele que trai o Filho do homem! Melhor lhe seria não haver nascido. Marcos 14.21

Jó expressou o desejo de nunca ter nascido, tão grande foi o seu sofrimento. Na sua confusão moral, Salomão considerou melhor do que os vivos e os mortos “aquele que ainda não nasceu, que não viu o mal que se faz debaixo do sol” Ecclesiastes 4.3. Continue lendo “Melhor não ter nascido”

Pecador, não

Tenhamos cuidado para não justificar a prática do pecado.

O mundo, em termos bíblicos, é a humanidade contra Deus, um de vários sentidos. A palavra pecador, no Novo Testamento, é o indivíduo contra Deus. Como neste verso:

Pensem bem naquele que suportou tal oposição dos pecadores contra si mesmo, para que vocês não se cansem nem desanimem.
Hebreus 12.3 NVI

Assim, os cristãos acabam errando e cometendo pecado, Gálatas 6.1; Tiago 3.2; 1 João 2.1, mas não são pecadores, neste sentido. O Novo Testamento não chama os santos de Deus de pecadores, pois pararam de praticar o pecado. Continue lendo “Pecador, não”

Ação: Chorar

Lucas 6.21: Leve a sério o pecado, sentindo o mal que causa para todos.

LER: “Bem-aventurados vocês, que agora choram, pois haverão de rir” Lc 6.21.

PENSAR: Devemos chorar pelo próprio pecado, Lc 22.62, e pela condenção do mundo rebelde, Lc 19.41. Jesus chorou perante a morte, Jo 11.35, ato de solidariedade, Rm 12.15. Quem deixa de chorar agora, lamentará depois, Lc 6.25; Jo 16.20. Troquemos o riso mundano pelo choro, Tg 4.9. Pelo tempo curto, devem viver “aqueles que choram, como se não chorassem” 1Co 7.29ss. No céu não haverá choro, Ap 21.4. Continue lendo “Ação: Chorar”