Por esta razão nasci

João 18.37: Jesus veio à terra com propósito de vida já estabelecido.

Em algumas sociedades, um recém-nascido não recebe nome até crescer, para ver que tipo de pessoa será. O nome dado reflete o caráter da criança.

Jesus não somente tinha nome antes de nascer, mas tinha também uma razão de nascer, que precedeu sua vinda. Os judeus o entregaram ao governador Pilatos para receber condenação. Na conversa entre os dois, Jesus revela quem é e o que veio realizar. Continue lendo “Por esta razão nasci”

Sabia muito bem o que ia fazer

Jesus não perdeu tempo. Descubra por quê.

missão de vidaGastamos tanto tempo, como peixe fora da água fica mexendo sem resultado, tentando decidir o que fazer da vida. Sem planos, sem noção, sem projeto, perdemos tempo e energia em coisas que nada adiantam, pois faltamos foco.

Ele sabia muito bem o que ia fazer, mas disse isso para ver qual seria a resposta de Filipe.
João 6.6 NTLH

Jesus veio ao mundo com propósito bem fixo em mente. Neste mesmo capítulo declara várias vezes à multidão porque desceu dos céus para a terra: dar a sua vida, para que as pessoas pudessem vir ao Pai e ressuscitar no último dia.

Como Jesus, também podemos saber muito bem o que vamos fazer. Porque temos o propósito dele, a visão do Pai, o poder do Espírito.

Este conhecimento do que vamos fazer nos dará condições de trabalhar com os outros, como Jesus fez com Filipe e tantos outros.

Jesus sabia sua missão na vida.

Você sabe?

Para o mesmo fim

“Com toda a oração e súplica, façam orações em todo tempo no Espírito e, para o mesmo fim, vigiando com toda a perseverança e súplica, por todos os santos.”
Efésios 6.18 BND

Quatro vezes Paulo usa neste versículo uma forma do adjetivo “todo”. Seu assunto é a oração. Ele quer ressaltar sua importância como meio de o cristão manter-se fiel face aos ataques do Maligno.

Uma pequena frase às vezes nem traduzida em algumas versões, mas essencial ao pensamento do apóstolo aqui é essa: Continue lendo “Para o mesmo fim”

Para comigo

O Senhor cumprirá seu propósito para comigo! Teu amor, Senhor, permanece para sempre; não abandones as obras de tuas mãos!
Salmo 138.8

 

Ver além da dificuldade do momento para o “produto final”* é qualidade que poucos têm.

A confiança no amor de Deus, para continuar sua obra na vida do justo, fundamenta a visão do futuro bem-sucedido.

O propósito do Senhor é se glorificar na vida do seu povo.

As dificuldades servem para oportunidade de Deus cumprir este seu propósito.

Quando nos esquivamos delas, frustramos seu propósito.

Hoje, portanto, suportemos as aflições, abracemos as angústias, aguentemos as oposições, para nos gloriar no propósito de Deus na nossa vida.

*Derek Kidner, Salmos 73-150: introdução e comentário.